Você está lendo...
Chineses criam bateria para elétricos que recarrega 60% em 6 minutos
Notícias

Chineses criam bateria para elétricos que recarrega 60% em 6 minutos

Cientistas de Universidade da China reorganizaram as partículas de íons de lítio de uma bateria e conseguiram reduzir o tempo de recarga

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

15 de mai, 2022 · 4 minutos de leitura.

bateria
Para chegar aos 80% de recarga da bateria, estudo cravou tempo de 11,4 minutos
Crédito:Audi/Divulgação

Assim como a falta de infraestrutura e o preço alto, o tempo para a recarga das baterias é um dos entraves para que os carros elétricos se tornem mais populares. Mas isso pode estar com os dias contados. O primeiro passo para reduzir o tempo de recarga foi dado por pesquisadores chineses. De acordo com a tese, elaborada pela equipe de cientistas da Universidade de Ciência e Tecnologia da China (em Hefei), a nova bateria leva entre cinco e seis minutos para recarregar 60%.

Dessa forma, para chegar aos 80%, precisa-se de pouco mais de 11 minutos. Atualmente, mesmo os carregamentos mais rápidos giram em torno de 20 a 30 minutos para obter 80% de recarga.

recarga
PIXABAY/DIVULGAÇÃO

Para o feito, o pessoal liderado pelo professor Yao Hongbin reordenou as partículas de íons de lítio da bateria distribuindo-as de maneira mais uniforme. A configuração das partículas - por ordem de tamanho e com redução de lacunas - não afetou o armazenamento de energia. "A porosidade ficou mais alta na parte superior, e mais baixa na parte inferior. Isso serve para que a porosidade média tenha um valor normal", explicou Hongbin à revista New Scientist.

Em relação aos resultados, os testes laboratoriais comprovaram a melhoria. Afinal, por meio da otimização, o novo sistema se livra do tempo de reorganização no interior da bateria. A novidade, cabe esclarecer, usa grafite e nanofios de cobre para ampliar a capacidade da bateria.



Rápido, porém caro

Por ora, as baterias de carros elétricos usam, na maioria dos casos, íons de lítio em sua composição. Nelas, faz-se necessária utilização de agentes ligantes para solidificar ânodo. Este é o eletrodo pelo qual a carga elétrica positiva adentra no dispositivo. Isso, no entanto, faz com que essas partículas fiquem distribuídas aleatoriamente dentro da estrutura. Aumenta-se, assim, o tempo de recarga.


Como de praxe, qualquer upgrade em tecnologia envolve preços mais altos. Assim, os pesquisadores acreditam que os custos - para adicionar os novos materiais à estrutura da bateria - devem aumentar com o novo processo.

Kia EV6 tem recorde de tempo de recarga

A Hyundai afirma que o Ioniq 5 pode recarregar de 10% a 80% em apenas 18 minutos. Utilizando a mesma plataforma E-GMP, o Kia EV6 (foto abaixo) entrou para o Guiness Book ao cruzar os EUA com o menor tempo de recarga já registrado na história.

Kia EV6
Vagner Aquino/Jornal do Carro

O crossover - que levou o Jornal do Carro de Itu (SP) a Montevideo (Uruguai) - percorreu 4.635,7 km entre Nova York e Los Angeles (nos Estados Unidos) com tempo total de 7 horas, 10 minutos e 1 segundo plugado em tomadas. Assim, tirou o marco de 12 horas, 48 minutos e 19 segundos da Tesla. A viagem do modelo sul-coreano foi feita em sete dias.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se