Você está lendo...
Mas já? Dias após lançamento, Toyota reajusta preços do Yaris 2023
Mercado

Mas já? Dias após lançamento, Toyota reajusta preços do Yaris 2023

Em menos de um mês no mercado, Toyota Yaris 2023 passa a custar R$93.390 na versão de entrada do hatch; sedã alcança a marca dos R$118 mil

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

07 de fev, 2022 · 7 minutos de leitura.

Toyota
Todas as versões de acabamento sofreram ajustes entre R$1.200 e R$1.500
Crédito:Toyota/Divulgação

Logo na primeira semana de 2022, a Toyota lançou a nova linha do Yaris. O hatch e o sedã, feitos em Sorocaba (SP), receberam a mesma plástica lançada há um ano no modelo da Tailândia. Junto com o redesenho, a marca japonesa incrementou a lista de equipamentos para deixar o compacto mais competitivo, sobretudo diante da nova geração do Honda City. E não é que, apenas um mês depois da renovação, o Toyota Yaris já subiu de preço? A linha 2023, que estreou cerca de R$ 4 mil mais cara em relação a edição anterior, teve novo aumento de até R$1.500.

Os ajustes começam na marca dos R$1.200 na versão XL do hatch. Dessa forma, o preço inicial saltou de R$92.190 para R$93.390. Logo depois, a versão intermediária XS sofreu um ajuste de R$1.300 reais, passando para R$102.790. Por fim, a topo de linha do compacto agora custa R$114.090. Ou seja, R$1.400 a mais do que o valor de estreia.

Divulgação/Toyota

No entanto, o maior aumento ficou mesmo para o Yaris Sedã XLS, que chegou R$118.490. Aumentando, assim, R$1.500. Nessa carroceria, o modelo parte de R$97.590.

Veja os novos valores:

Yaris hatchback

  • XL: De R$ 92.190 para R$ 93.390 (R$ 1.200)
  • XS: De R$ 101.490 para R$ 102.790 (R$ 1.300)
  • XLS: De R$ 112.690 para 114.090 (R$ 1.400)

Yaris sedã


  • XL: De R$ 96.390,00 para R$ 97.590 (R$ 1.200)
  • XS: De R$ 104.990 para R$ 106.290 (R$ 1.300)
  • XLS: De R$ 116.990 para R$ 118.490 (R$ 1.500)
Divulgação/Toyota

Mudanças sutis

A remodelação da linha 2023 do Yaris, de fato, não touxe nenhuma mudança drástica que tenha por meta roubar clientes dos rivais como, por exemplo, Chevrolet Onix e Volkswagen Polo. Em síntese, hatch e sedã têm apenas para-choque e grades dianteiras redesenhadas, bem como opção de faróis full LEDs nas versões mais caras (XLS). Novas rodas e luzes DRL também fazem parte do pacote.



Do lado de dentro, a principal mudança fica no novo revestimento dos bancos (versões XL e XS) e cor dark silver nos acabamentos internos. No mais, há central multimídia com tela de 7" em todas as versões de acabamento. O espelhamento Android Auto e Apple Carplay é feito, entretanto, apenas com o uso de cabo. Na parte de trás, o modelo acrescenta duas entradas USB para carregamento de smartphones.


Além disso, inda na lista de equipamentos, as versões XS e XLS do novo Yaris contam com ar-condicionado automático e digital com filtro antipólen, teto solar elétrico, computador de bordo com tela de 4,2" em TFT e os modos de condução Sport e Eco. Com esta ´ultima opção, o câmbio é ajustado eletronicamente, deixando as respostas mais rápidas ou mais suaves, respectivamente.

Toyota Yaris
Divulgação/Toyota

Mecânica continua igual

Pendendo para a performance, cabe salientar que a Toyota não mexeu na mecânica do Yaris 2023. A nova versão continua com o atual motor 1.5 flex Dual VVT-i aspirado com quatro cilindros e 16 válvulas produzido em Porto Feliz (SP). Tem total de 110 cv de potência máxima (a 5.600 rpm) e torque de 14,9 mkgf - dados com etanol. O propulsor trabalha em conjunto com o câmbio automático CVT que simula 7 marchas.


De acordo com dados do Inmetro, com etanol, a configuração hatch do Yaris faz 8,8 km/l na cidade e 10 km/l na estrada. O sedã, no entanto (também com etanol no tanque), faz 9,0 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada.

Itens de segurança

Como é praxe na Toyota, o Yaris chega de olho na segurança. Assim, acrescentou à lista de série sete air bags e avisos sonoros de cinto de segurança para passageiros traseiros. Itens imprescindíveis, afinal, o carro foi rebaixado para 1 estrela nos testes de impacto do Latin NCAP, no ano passado. O modelo produzido no Brasil (com o mesmo conteúdo da unidade avaliada) passou por testes do órgão em 2019.

Toyota Yaris
Divulgação/Toyota

Para completar, as versões mais caras (XS e XLS) passam a contar com sistema de pré-colisão - emite alerta sonoro quando há risco de batida e reduz a aceleração -, além de alerta de evasão de faixa. Este, em síntese, emite som quando o motorista sai da faixa de rolagem sem acionar as setas.

Conforme previamente oferecido, há controle de tração e de estabilidade e assistente de partida em rampa. Mas, o destaque fica para o sistema de frenagem automática de emergência. No mais, há também um Isofix para fixação de cadeirinhas de crianças.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se

Deixe sua opinião