Notícias

Etanol só compensa em quatro Estados

Por causa da recente alta nos preços do etanol, só vale a pena usar o combustível renovável em São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás

Hairton Ponciano

05 de dez, 2019 · 5 minutos de leitura.

preço de combustíveis" >
No Rio Grande do Sul, na média o etanol custa 89,5% do preço da gasolina, o que inviabiliza o uso do combustível renovável e menos poluente
Crédito: Hairton Ponciano/Estadão

Abastecer o tanque do carro com etanol só está compensando em quatro Estados brasileiros. De acordo com a pesquisa feita pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em 23 das 27 unidades da federação a gasolina tem preço mais competitivo. Isso ocorre quando o etanol custa mais do que 70% do preço da gasolina.

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

 

O combustível fóssil rende mais no motor do que o renovável. Por isso, do ponto de vista econômico, só compensa usar o combustível derivado da cana de açúcar quando ele está abaixo de 70% da cotação média da gasolina.

Embora o consumo seja variável de um veículo para outro, na média um automóvel que faça 10 km/l com gasolina vai fazer cerca de 7 km/l com etanol. Em São Paulo, a diferença média de preços apurada pela ANP está em 67,1% entre os dois combustíveis. O etanol custa R$ 2,816 o litro, contra R$ 4,198 da gasolina. Assim, encher o tanque com etanol ainda é vantajoso.

Etanol mais barato está no Mato Grosso

Segundo a pesquisa, o etanol mais barato do País está no Mato Grosso, onde ele custa R$ 2,586. Isso torna muita vantajosa a relação diante da gasolina, que sai por R$ 4,52. A relação de 57,2% é a melhor entre todas as unidades da federação.

Em compensação, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul têm os preços mais altos para o combustível renovável. Em ambos, o litro do etanol custa mais de R$ 4,00. No Rio de Janeiro, a relação de preço entre os dois combustíveis é de 81,6%, porcentual que sobe para 89,5% no Rio Grande do Sul.

A menor diferença de preços, no entanto, foi registrada no Amapá. Lá, a ANP verificou preço médio de R$ 3,699 para o etanol e R$ 3,904 para a gasolina. Assim, nesse caso, não é o etanol que custa muito caro, mas, sim, a gasolina que tem preço mais atraente. O Amapá foi o único Estado no qual o combustível não renovável está abaixo de R$ 4,00 o litro. Em compensação, a pesquisa apurou que o Rio de Janeiro tem a gasolina mais cara do Brasil: R$ 4,96.

Gasolina subiu nas refinarias

Na semana passada, a Petrobras reajustou o preço da gasolina em cerca de 4% nas refinarias. Com isso, a tendência é a de que o aumento acabe se refletindo também nas bombas. O repasse, no entanto, não costuma ser imediato.

Embora o consumo do motor seja maior quando abastecido com etanol, o combustível renovável emite menor índice de poluentes do que a gasolina. Por isso, além da questão financeira, a escolha de combustíveis também leva em conta a opção de cada consumidor em relação à poluição.

Veja os preços dos dois combustíveis em todas as unidades da federação.

Continua depois do anúncio
o catálogo 0km do jornal do carro tem
ofertas imperdíveis de todas grandes marcas
Logo Jornal do carro
Preencha seus dados abaixo para...
Aceito receber informações e ofertas e que estou
de acordo com termos e condições
Quero receber ofertas do(s) modelo(s)

Obrigado! Em breve entraremos em contato.

x