Você está lendo...
Flagra: Novo Chevrolet Tracker já roda no Brasil antes do lançamento
Notícias

Flagra: Novo Chevrolet Tracker já roda no Brasil antes do lançamento

Nova geração do Tracker foi flagrada rodando na cidade de São Paulo em testes antes do lançamento em 2020

José Antonio Leme

24 de nov, 2019 · 4 minutos de leitura.

tracker
CHEVROLET TRACKER
Crédito:BRUNA BONVENTTI/ESTADÃO

A GM está focada em renovar seus produtos no País. Depois de mostrar a nova geração de Onix e Onix Plus, um dos próximos lançamentos já está no forno pela companhia: o Tracker. O modelo foi flagrado nas ruas de São Paulo, com camuflagem, mas as linhas confirma que são o novo SUV compacto.

A nova geração chega às lojas em 2020 e será baseada na mesma plataforma do Onix. A base dos modelos é a GEM (Global Emergent Markets), isso vai permitir que o SUV compartilhe eletrônica e mecânica com os compactos. Na atual geração à venda, o Tracker usa a mesma base do Sonic.

O visual do Tracker não é novidade. O SUV compacto já foi revelado na China, onde já está à venda e onde foi desenvolvido, tal qual a família Onix. Ele aposta em linhas mais recortadas e agressivas que da atual geração.




O Tracker cresceu em todos os sentidos. O comprimento foi de 4,24 m para 4,27 metros. O entre-eixos aumentou de 2,55 m para 2,57 metros. Já a largura foi de 1,76 m para 1,79 metro. Sob o capô, ele terá os motores 1.0 e 1.2 turbo, produzidos em Joinville (SC).

O 1.0 poderá vir associado ao câmbio manual ou automático de seis velocidades. Esse motor é o mesmo do Onix e Onix Plus. Ele rende até 116 cv a 5.500 rpm e 16,8 mkgf com etanol. Esse foi o propulsor que apresentou problema e passou por recall após duas unidades do Onix Plus pegarem fogo no Brasil.


Já o motor 1.2 ainda não teve os dados de potência divulgados. Porém, no Oriente Médio, onde ele equipa o Onix Plus, o propulsor gera 139 cv. Na Argentina, a versão aspirada desse motor está equipando o Onix hatch no lugar do 1.0.

tracker
BRUNA BONVENTTI/ESTADÃO

Novo Tracker: investimentos

Os novos produtos são fruto de investimento de R$ 6,5 bilhões, metade dos R$ 13 bilhões anunciados em 2015. Além dos novos Onix, Prisma e Tracker, haverá uma picape de porte intermediário, para brigar com a Fiat Toro e com a Volkswagen Tarok, que vem aí.


tracker
BRUNA BONVENTTI/ESTADÃO
Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier
Oferta exclusiva

Chevrolet Tracker 1.2 Turbo Premier

Deixe sua opinião