Você está lendo...
Volkswagen Kombi 1972 ganha motor elétrico
Notícias

Volkswagen Kombi 1972 ganha motor elétrico

Modelo foi eletrificado pela própria Volkswagen com a ajuda da empresa EV West

Redação

23 de nov, 2019 · 3 minutos de leitura.

kombi
VOLKSWAGEN KOMBI 1972
Crédito:VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

A Volkswagen mostrou sua nova criação no segmento de elétricos. E diferentemente do que possa pensar, ela não é nada futurista. O mais recente carro elétrico da marca é uma Kombi 1972 "saia e blusa".

O modelo recebeu um motor elétrico e o pacote de baterias que equipam o e-Golf. A Volkswagen deixou a conversão a cargo da empresa EV West, uma norte-americana especializada nesse tipo de conversão.

kombi

VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

O novo trem de força da Kombi 1972 entrega ao simpático carro 136 cv de potência e tem um pacote de baterias de 35,8 kWh. Ele foi colocado no lugar do antigo motor boxer quatro-cilindros e seus 62 cv. A transmissão agora tem uma marcha, no lugar das antigas quatro.

A suspensão traseira de feixe de mola foi substituída por uma independente, para lidar com o peso extra das baterias. O pacote de baterias foi fixado sob os bancos dianteiros em um suporte feito especialmente para a Kombi, no lugar do antigo tanque de combustível.




kombi
VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO

Originalidade da Kombi

Para manter a autenticidade do clássico, a Volkswagen manteve no lugar até a antiga alavanca de câmbio com haste longa. Outra "não mudança" é a adoção de um painel de instrumentos digital mas em formato redondo, para manter o painel atual.

'Eletrizante', a nova Volkswagen Kombi elétrica pode rodar por aí, como na época dos hippies, espalhando paz e amor, por até 201 km, com uma única carga na bateria. Agora com o adendo de gerar zero poluição e barulho.


kombi
VOLKSWAGEN/DIVULGAÇÃO
Deixe sua opinião