Você está lendo...
Novo Dodge Journey feito na China é lançado com motor 1.5 turbo
Notícias

Novo Dodge Journey feito na China é lançado com motor 1.5 turbo

Modelo é feito nos moldes do GAC GS5 e além de perder motor 3.6 V6, ficou 18 centímetros menor no entre-eixos, deixando de oferecer sete assentos

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

05 de out, 2021 · 5 minutos de leitura.

Journey
Dodge Journey 2022 perde em personalidade na linha 2022 e se baseia no modelo chinês GS5
Crédito:Dodge/Divulgação

O Journey foi o último sobrevivente da Dodge no Brasil. Agora, sob o comando da Stellantis, a marca não tem pretensão de voltar para cá - afinal, a Jeep vai muito bem por aqui. Entretanto, no México, a Dodge acaba de lançar a nova geração do SUV médio, que chega totalmente renovado sobre a base do chinês GAC GS5. Os modelos têm até o mesmo design.

Ao contrário de outrora, o novo Dodge Journey usa motor 1.5 turbo a gasolina com injeção direta de combustível. Para quem não se lembra, o propulsor da versão vendida aqui desde 2008 era o 3.6 V6 Pentastar a gasolina, com tração integral.

Journey
Dodge/Divulgação

Com a mudança, a nova geração do Journey tem 171 cv de potência e um torque de 26,9 mkgf. O câmbio, por sua vez, é automático de 6 marchas, com tração apenas dianteira. O SUV oferece três modos de condução, do mais econômico ao esportivo.

Outro contraste em comparação com o antigo Journey é, portanto, a oferta de lugares. Agora, o SUV reduziu a capacidade de 7 para 5 passageiros. Dessa maneira, a distância entre-eixos perdeu 18 centímetros. Agora, são 2,71 metros, no total.

Dodge/Divulgação

Em relação às dimensões, no novo Journey tem 4,69 metros de comprimento por 1,72 m de altura. Ou seja, é 2 centímetros menor em cada medida. Apenas a largura aumentou, passando de 1,87 m para 1,88 m.



Visual e conteúdo

O modelo chinês, ao menos, é mais moderno. Do Journey antigo, mantém apenas a imponência da grade dianteira (em tom escuro). O SUV tem iluminação Full LEDs e lanternas interligadas, bem como proteções de plástico, barras de teto e altura considerável em relação ao solo. As rodas têm 18 ou 19 polegadas, a depender da versão.

Por dentro, o novo Journey tem como destaques o painel de instrumentos digital de 12,3" (analógico na configuração base) e as telas de 7" ou 8".


Journey
Dodge/Divulgação

Inovações como carregador wireless para smartphones, ajuste elétrico para o banco do motorista e ar-condicionado automático (de duas zonas) estão na lista. O SUV tem ainda chave presencial, teto solar, seis airbags e câmeras 360 graus. Por fim, traz controles de estabilidade e de tração, assim como assistentes de partida em rampa e de descida.

No quesito tecnologia, tem também direção semiautônoma com controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e alertas de ponto cego, de colisão frontal e de saída de pista. No México, o novo Dodge Journey chega no fim de outubro. Convertido, o valor inicial por lá gira em torno dos R$ 150 mil. A intenção é vendê-lo em outros 26 países. Mas certamente o SUV não voltará ao Brasil, onde concorreria diretamente com o Jeep Compass.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião