Emily Nery, para o Jornal do Carro

08/03/2021 - 5 minutos de leitura.

Porsche quer voltar à Fórmula 1 por causa de combustível sintético

Montadora espera decisão da F1 sobre nova era de motores que serão introduzidos em 2025. Assim, Porsche poderá levar às pistas seu combustível sustentável

Fórmula 1 porsche
Fórmula 1 Crédito: Divulgação/F1
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Após anos de rumores da entrada das montadoras do Grupo Volkswagen na Fórmula 1, parece que parcialmente, essa ideia se cumprirá. A Porsche Motorsport pretende entrar no campeonato, assim que as novas regulamentações aceitarem motores com combustíveis mais sustentáveis.

De acordo com uma matéria da BBC divulgada nesta quarta-feira (3), o vice-presidente da Porsche Motorsport, Fritz Enzinger afirmou que a montadora tem interesse em ingressar no maior campeonato de automobilismo mundial. Contudo, somente se a FIA alterar as regulamentações dos motores, visando um propulsor mais ecologicamente sustentável.

“Seria de grande interesse se aspectos da sustentabilidade, como por exemplo, a implementação o eFuel, desempenhasse um papel nisso”, afirmou Enzinger. As novas normas sobre o propulsor, no entanto, só entrarão em vigor na temporada de 2025.

O que é o eFuel?

Conforme anunciado, a Porsche caminha em passos largos para a eletrificação de seus modelos. Contudo, isso não significa que deixará seus modelos com motores a combustão no passado.

Pensando em uma terceira alternativa, a empresa apresentou o eFuel, que nada mais é do que um combustível sintético que neutraliza emissão de carbono na atmosfera. Sobretudo, ele consegue alimentar veículos a combustão, mas sem o impacto ambiental que os combustíveis fósseis provocam.

Porsche Taycan Cross Turismo
Apesar do enorme sucesso do elétrico Taycan, Porsche procura uma alternativa para carros a combustão Porsche/Divulgação

O empenho da montadora no desenvolvimento deste combustível fez surgir o consórcio com a Siemens, AME, Enel e ENAP e a ExoonMobil. Juntas, elas trabalham para introduzir o eFuel em larga escala.

A introdução da Porsche como uma equipe seria um duplo ganho para a Fórmula. Pois além de montadora, a empresa fabricaria seus próprios motores. Atualmente, Mercedes, Ferrari, Honda e Renault (agora Alpine) são as únicas equipes que projetam seus trens de força.

A partir da temporada de 2022, a Red Bull integrará essa lista ao assumir os motores da Honda, que sairá do campeonato no fim de 2021.

Red Bull fará seus prórpiros motores a partir de 2022
Red Bull;Divulgação

Há chances também da Porsche, bem como o Grupo Volkswagen, fornecerem motores para outras equipes. Segundo a BBC, o Grupo chegou a ter conversas iniciais com a Red Bull, McLaren e Williams.

Novos motores

A nova geração de propulsores da Fórmula 1 ainda está em discussão. O que está certo é que haverá um congelamento no desenvolvimento de motores entre 2022 e 2024. Todavia, os executivos já prometem por algo “poderoso e emocionante” para 2025. Dessa forma, os chefes da F1 junto às equipes decidiram estipular alguns princípios chaves para construção dos futuros motores.

Dentre os “mandamentos”, estão a adoção de um combustível totalmente sustentável, redução significativa de custos, atratividade para novos fabricantes e claro, criação de uma unidade de potência poderosa e emocionante.



Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais