Você está lendo...
Projeções mostram novo Renault Duster híbrido com cara do SUV Bigster
Notícias

Projeções mostram novo Renault Duster híbrido com cara do SUV Bigster

Terceira geração do Dacia Duster terá novo sistema híbrido e adotará a plataforma CMF-B do grupo Renault; SUV estreia em 2024 na Europa

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

20 de jun, 2022 · 5 minutos de leitura.

Renault Duster
Nova geração do Renault Duster tem estreia prevista para 2024
Crédito:Divulgação/Renault

A Dacia já trabalha na nova geração do Duster, mas o SUV compacto ainda não teve muitos flagras porque ainda estar em fase de desenvolvimento. Entretanto, o site francês L'argus obteve novas informações do projeto e elaborou projeções do modelo, cujo lançamento está previsto para 2024. Pois, tal como esperado, o novo Duster será uma versão reduzida do Bigster, SUV médio inédito que estreia em 2023 e já está confirmado no Brasil.

Assim, a terceira geração do SUV da Dacia promete ser a melhor já feita e será a primeira com versões híbridas. Para começar, o novo Duster será feito sobre a plataforma CMF-B, da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Com ela, a marca romena do grupo Renault vai renovar e simplificar sua gama de veículos. Em resumo, em vez de utilizar quatro plataformas para fazer 18 carrocerias, a Dacia utilizará uma base modular para produzir 11 carrocerias diferentes.

Renault Duster
Divulgação/Renault

Será 4x4?

Com as novas regras de emissões de CO2 da Europa - que são mais rígidas que no Brasil - muitos modelos estão perdendo a configuração 4x4. No entanto, de acordo com o site francês L'argus, o novo Duster deve manter a opção. Para se encaixar nas normas, o modelo poderá ter dois tipos de conjuntos híbridos. O primeiro é posicionado na dianteira. Já o segundo adiciona um motor elétrico no eixo traseiro, responsável por fornecer tração em terrenos mais difíceis. Na França, por exemplo, o Duster é popular justamente em áreas montanhosas.



Por ora, não há certeza sobre qual motor equipará o novo Duster. Mas há chances de o SUV receber o 1.2 turbo a gasolina do Renault Austral combinado a um sistema híbrido de 48V com potência de 130 cv. Além disso, o SUV também virá com o 1.3 turbo que, no Brasil, tem versão flexível nos SUVs Captur e Duster, e na picape Oroch.

Divulgação/Renault

Visual do Bigster

Em relação ao visual, o Duster vai herdar muita coisa do irmão mais velho, o Bigster. O modelo de 7 lugares, que será rival do Jeep Renegade e do Toyota Corolla Cross, possui linhas bem robustas. Na dianteira, por exemplo, os faróis formam uma peça única com a grade. E os conjuntos ópticos têm formato de Y. Nas projeções do site francês, todos esses detalhes são bem parecidos. No entanto, os aspectos puxam mais para o lado off-road.

Renault
Dacia/Divulgação

Além de caixas de rodas maiores e das chapas esculpidas e cheias de vincos, o novo Duster terá outras mudanças importantes. A traseira, por exemplo, terá para-choques mais alto e com uma grande moldura central prateada para dar um toque fora-de-estrada. As lanternas terão formato em "Y" deitado, enquanto o nome Dacia virá em destaque no meio da tampa do porta-malas. No Brasil, o novo Duster é peça-chave nos planos futuros da marca e deve chegar até 2025 com sistema híbrido flex e muito mais tecnológico que na geração atual.  


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião