Você está lendo...
Ranking: os SUVS mais econômicos do mercado brasileiro em 2022
Mercado

Ranking: os SUVS mais econômicos do mercado brasileiro em 2022

Lista dos SUVs mais econômicos do Inmetro tem novidades neste início de ano após a chegada de novos modelos híbridos e turbo, veja o top 10

Diogo de Oliveira

07 de abr, 2022 · 7 minutos de leitura.

Jeep Compass 4xe
Jeep Compass 4xe é híbrido do tipo plug-in, que recarrega em tomadas e tem modo 100% elétrico
Crédito:Divulgação/Stellantis

Depois de atualizar a lista dos carros mais econômicos de 2022 com os lançamentos, é hora de elencar os SUVs que bebem menos combustível. Com a chegada do novo Jeep Compass 4xe, que é do tipo plug-in e recarrega em tomadas, e de outros modelos, como o Kia Stonic, o ranking dos SUVs mais econômicos tem novidades e sobe a régua do consumo.

Na lista de 2021, o Toyota Corolla Cross, primeiro híbrido flex da categoria, não deu chance aos rivais. Com médias de 11,8 km/l com etanol e de 17 km/l com gasolina, ambas em ciclo urbano, o utilitário da marca japonesa já chegou como o mais econômico entre os SUVs à venda no País. Entretanto, em 2022, o Corolla Cross perde a liderança para híbridos mais sofisticados.

Toyota Corolla Cross 2023
Divulgação/Toyota

E perde justamente para o seu maior concorrente, o Jeep Compass. Na versão híbrida 4xe, o campeão de vendas dos SUVs médios entrega um consumo médio surpreendente de 25,4 km/l. Porém, vale uma ressalva: além de beber apenas gasolina, o Compass 4xe tem um sistema híbrido mais sofisticado que o rival da Toyota, e combina o motor 1.3 turbo de 180 cv a outro elétrico. O Jeep também é muito mais caro, com preço de R$ 350 mil.

Seja como for, o Compass 4xe entrega números até agora inéditos entre os SUVs à venda no Brasil. Um consumo equivalente ao de uma moto. Vale exaltar a autonomia combinada de até 927 km, sendo 44 km em modo puramente elétrico. E tal como ocorre em outros híbridos plug-in, a marca diz que é possível superar os 50 km/l, a depender do uso.

Kia Stonic inmetro
Kia/Divulgação

Híbridos em destaque

Além do Jeep Compass 4xe, outro novato híbrido que aparece bem na lista dos SUVs mais econômicos de 2022 é o Kia Stonic. Ele chegou no fim de 2021 com sistema híbrido leve, que une o motor 1.0 turbo GDI com injeção direta de gasolina (120 cv) a uma bateria de 48 volts. Dessa forma, superou os números do Chevrolet Tracker, que, então, tinha melhor consumo.

Mas aqui vale um parênteses. Segundo a tabela do Programa de Etiquetagem do Inmetro, o Stonic faz 13,3 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada. Já o Tracker 1.0 turbo flex tem médias de 9 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada com etanol. Por outro lado, com gasolina no tanque, faz 13 km/l em ciclo urbano e chega aos 14,8 km/l no rodoviário - ou seja, supera o Kia.

Renault Duster turbo
KRPIX/ESTADÃO

Motores turbo em alta

O futuro é eletrificado, mas o presente ainda é turbo para os SUVs. E isso é bom, conforme mostram os números do ranking (veja abaixo). O novo Renault Duster, que nunca se destacou em economia, aparece no 3º lugar da lista de 2022 na versão 1.3 turbo flex de até 170 cv. Da mesma forma, o Jeep Renegade também ganhou posições com o seu 1.3 turbo de 185 cv.

Tirando os híbridos e os SUVs turbo flex, há apenas um modelo com motor naturalmente aspirado. É o Nissan Kicks 1.6 flex, que continua a entregar boas médias com gasolina, mas perdeu força diante da modernização dos rivais. Contudo, vale registrar que o Kicks faz até 13,7 km/l na estrada. Ou seja, o suficiente para superar Hyundai Creta e VW Nivus.



Ranking: os 10 SUVS mais econômicos de 2022

  • 1º) Jeep Compass 4xe (híbrido plug-in) - 25,4 km/l (híbrido/elétrico)
  • 2º) Toyota Corolla Cross (híbrido flex) - 17 km/l (c) e 13,9 km/l (e)
  • 3º) Renault Duster TCe (turbo flex) - 13,9 km/l (c) e 16,1 km/l (e)
  • 4º) Kia Stonic (híbrido leve) - 13,3 km/l (c) e 13,2 km/l (e)
  • 5º) Chevrolet Tracker (turbo flex) - 13 km/l (c) e 14,5 km/l (e)
  • 6º) Volkswagen T-Cross (turbo flex) - 12,2 km/l (c) e 14,5 km/l (e)
  • 7º) Jeep Renegade (turbo flex) - 11 km/l (c) e 12,8 km/l (e)
  • 8º) Nissan Kicks (flex) - 11,4 km/l (c) e 13,7 km/l (e)
  • 9º) Hyundai Creta (turbo flex) - 11,6 km/l (c) e 12 km/l (e)
  • 10º) Volkswagen Nivus (turbo flex) - 10,7 km/l (c) e 13,3 km/l (c)

*Consumos médios na cidade (c) e na estrada (e) com gasolina; Fonte: Inmetro.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião