Raro Porsche 959 que correu o rali Paris-Dakar será leiloado

Evento, que ocorrerá em Atlanta (EUA), celebrará os 70 anos da Porsche e terá 70 modelos raros da marca

Porsche 959
Crédito: RM Sotheby's Crédito:

A Porsche completa 70 anos de existência neste ano. A casa de leilões RM Sotheby’s preparou um leilão caprichado com 70 exemplares icônicos da marca alemã, que estão sendo revelados aos poucos. O evento ocorrerá no dia 27 de outubro em Atlanta, nos Estados Unidos.

Um dos destaques será o primeiro 959 participante do rali Paris-Dakar a ser oferecido em um leilão privado. O exemplar foi um dos três construídos para a prova de 1985. Nela, foi pilotado por René Metge e Dominique Lemoyne.

O 959 nasceu começou como um conceito melhorado do 911, com dois turbos e tração nas quatro rodas. Sua meta era ser o modelo de estrada mais tecnológico da marca. Seu motor é o Carrera 3.2. Os três exemplares de corrida tiveram modificações na carroceria e suspensão.

Leia mais notícias sobre antigos no site Jornal do Carro

O exemplar que será leiloado não conseguiu completar a prova, devido a problemas no sistema de lubrificação. Mas ajudou a Porsche a trabalhar em melhorias para o modelo. No ano seguinte, o 959 roubou a cena no evento, conquistando o 1º, o 2º e o 6º lugares.

Desde que se aposentou do universo das corridas, esse célebre 959 marcou presença em vários eventos de antigos nos Estados Unidos e na Europa. Entre eles, estão as edições de 2004 e 2006 do Festival da Velocidade de Goodwood, na Inglaterra. Acredita-se que ele será arrematado por algo entre US$ 3 milhões (R$ 11,3 milhões) e US$ 3,5 milhões (R$ 12,7 milhões).

Protótipo do 959

Outra unidade pra lá de especial do 959 que será levada à praça em Atlanta é um protótipo também de 1985. Conhecido pelo código F7, ele foi parte de uma série de 12 exemplares, dos quais apenas três ou quatro sobreviveram aos anos. E talvez ele seja o único ainda em condições normais de uso. O F7 foi usado para testes elétricos e de resistência ao calor, rodando por localidades tão diversas como San Francisco, na Califórnia, e a Austrália.

Pintado no tom Vermelho Rubi, ele traz raras rodas de magnésio com acabamento branco perolizado, além de defletor traseiro e faróis diferentes dos que seriam adotados no modelo de série. Ele ficou cerca de 15 anos com o último dono. Deve ser arrematado por cerca de US$ 1,5 milhão (R$ 5,6 milhões).


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas