Você está lendo...
Tabela do Inmetro revela consumo do novo VW Polo com motor do Up TSI
Mercado

Tabela do Inmetro revela consumo do novo VW Polo com motor do Up TSI

Nova versão 170 TSI com motor 1.0 turbo de 105 cv estreia em breve junto com a reestilização do VW Polo e do sedã Virtus; hatch faz 16,5 km/l

Diogo de Oliveira

07 de jun, 2022 · 6 minutos de leitura.

Volkswagen Polo
Novo Volkswagen Polo vai resgatar motor 1.0 turbo menos potente do Up TSI para ficar mais econômico
Crédito:Volkswagen/Divulgação

A versão 2022 da tabela do Programa de Etiquetagem Veicular do Inmetro (PBVE) já traz os dados de consumo da nova linha 2023 da dupla Polo e Virtus. Os compactos da Volkswagen receberão uma reestilização até o início do segundo semestre, com lançamento previsto para agosto. E a renovação virá com o motor 1.0 turbo flex de três cilindros que equipava o Up TSI. Inclusive, ele terá o mesmo desempenho, com até 105 cv de potência e 16,8 mkgf de torque com etanol, bem como virá com o câmbio manual de cinco marchas.

Com as novas versões 170 TSI, a Volkswagen vai adequar Polo e Virtus aos novos limites de emissões do Proconve L7, o que vai melhorar o consumo dos dois compactos. O plano, por sinal, era que o hatch e o sedã fossem os carros 1.0 turbo flex mais econômicos do País. Mas a tabela do Inmetro entrega que o sedã Chevrolet Onix Plus continuará com o menor consumo. Ele faz 16,9 km/l com gasolina na estrada com câmbio manual de 6 marchas.

Polo faz até 16,5 km/l com gasolina

Os números obtidos pelos novos VW Polo e Virtus vêm na cola da linha Onix. O hatch da Volkswagen faz até 16,5 km/l com o combustível fóssil em ciclo rodoviário. Já na cidade, o consumo é de 13,8 km/l. Com etanol, as médias ficam em 11,6 km/l e 9,6 km/l, na ordem. No caso do Virtus, a tabela do Inmetro indica duas versões, uma manual e outra com câmbio automático de seis marchas. E o sedã rende o mesmo que o Polo no trânsito urbano.


Volkswagen Polo
Lanternas podem manter estilo atual do Polo no Brasil, sem invadir a tampa (Volkswagen/Divulgação)

Com gasolina, o Virtus 170 TSI tem médias de 16,3 km/l na cidade e de 13,8 km/l na cidade - mesmo com terceiro volume da carroceria. E com o combustível vegetal, faz médias de 11,4 km/l e 9,6 km/l. Já na versão com câmbio automático, o sedã percorre 15,6 km/l e 12,4 km/l com gasolina, na mesma ordem. E 11 km/l e 8,7 km/l com etanol no tanque.

Com esses resultados, tanto o Polo quanto o Virtus recebem Nota A de consumo na categoria, e nota B no ranking geral, que soma os carros híbridos e elétricos. Estes têm maior eficiência energética nos cálculos do Inmetro, que são feitos em megajoules por quilômetro (MJ/km). Por exemplo, o novo VW Polo tem um consumo energético de 1,42 MJ/km. Enquanto isso, o Toyota Corolla Cross híbrido apresenta consumo de 1,31 MJ/km.




Virtus
Virtus deverá ter visual diferente do novo Polo na dianteira (Volkswagen/Divulgação)

Polo e Virtus vão mudar visual

VW Polo é um dos hatches mais esperados de 2022. No geral, o modelo ganhará o visual atualizado do europeu e ficará bem similar à oitava geração do hatch médio Golf, que ainda não veio ao Brasil. Mas, as mudanças não serão só estéticas. Além visual externo, com leve redesenho dos faróis e lanternas, o compacto deve abandonar o motor 1.0 MPI flex de até 84 cv, que ficará para o Polo Track. Assim como o 1.6 MSI flex de até 117 cv com câmbio automático.

Assim, terá o novo 1.0 170 TSI como opção de entrada, com câmbio manual. E, mais acima, virá com o 1.0 turbo TSI atual, que gera até 128 cv e 20,4 mkgf de torque conectado ao câmbio automático. Já o Polo GTS 1.4 turbo de 150 cv pode não chegar agora.


Volkswagen Polo
Volkswagen/Divulgação

Vale dizer que o Polo 2023 será peça importante para a Volkswagen, que vem enfrentando tempos difíceis no mercado, com vendas em queda. Dessa forma, ao que parece, o compacto trará novidades importantes na cabine, como um novo cluster para os comandos do ar-condicionado, além do volante que estreou no crossover Nivus, bem como a central multimídia VW Play com tela de 10 polegadas, que enfim terá internet própria.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião