Redação

29/03/2021 - 4 minutos de leitura.

Volkswagen mostra desenho da nova geração da Amarok

Picape feita em parceria com a Ford será produzida na África do Sul; novo teaser dá indícios de semelhança com outros modelos da família Volkswagen

Volkswagen
Volkswagen Amarok 2022 Crédito: Volkswagen/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Desenvolvida em parceria com a Ford, a nova Volkswagen Amarok chega ao mercado entre o fim deste ano e o início de 2022. Mas, antes disso, a marca preferiu matar um pouco da curiosidade do público e divulgar um novo desenho da picape. Agora, mais perto do que será a versão de produção.

A Volkswagen ainda não deu uma data de apresentação para a picape, que deve seguir o DNA de outros integrantes da marca, como o Taos e Tarok, por exemplo. O teaser mostra a Amarok apenas em 3/4 de frente. Nele, é possível evidenciar as quatro portas (na imagem divulgada há um ano, eram apenas duas) e o novo desenho do para-choque.

Ainda na dianteira, os faróis de neblina têm novo formato e a região da grade frontal continua com formato de “X”. Agora, há detalhe em preto na região na placa – antes (abaixo), o tom era cromado da grade até o para-choque.

Volkswagen
Volkswagen/Divulgação

Rack de teto, santantônio e estribos laterais aparecem como novidade neste novo teaser. Os faróis, no entanto, são interligados por uma extensa faixa iluminada por LEDs. Tem, também, acessórios voltados ao uso off-road. Ganchos de reboque em tom laranja, luzes de longo alcance (no teto) e pneus de uso misto fazem parte do conjunto.

Parceria Ford e Volkswagen

Em 2020, Ford e Volkswagen firmaram parceria para a comercialização de veículos comerciais e, também, compartilhamento de projetos de modelos elétricos. Por isso, as novas Ranger e Amarok se beneficiarão da mesma plataforma. É o chamado “Projeto Cyclone”. De acordo com informações, haverá o uso de motores iguais em algumas versões de acabamento.



Na próxima geração, a Amarok terá produção na África do Sul, e não na Argentina, como acontece hoje em dia. A ideia é abastecer todo o mercado global. Por isso, não se sabe quando o modelo chegará por aqui. Nada também se sabe sobre motorização. Porém, a princípio, são esperadas versões híbridas e um motor V6 mais potente que o atual, de 258 cv.

Para informação, a Ford, por fim, dará continuidade à produção da nova geração da Ranger na Argentina. Isso é fruto de um investimento na ordem de US$ 580 milhões na fábrica de General Pacheco. O montante é o equivalente a 3,3 bilhoes na conversão direta.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais