Diogo de Oliveira, special para o Estado

01/11/2020 - 4 minutos de leitura. Atualizado: 31/10/2020 | 13:45

Triumph revela a inédita Trident 660, nova naked de entrada que chega em 2021

Nova moto de média cilindrada é a primeira da marca inglesa feita em parceria com a indiana Bajaj; modelo resgata nome do passado e traz novo motor tricilíndrico de 81 cv

Triumph revela a Trident, sua nova naked de média cilindrada Crédito: Triumph/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Com transmissão ao vivo pela internet para o mundo inteiro, a Triumph revelou nesta sexta-feira (30) a Trident 660, sua nova naked para a categoria de roadsters médias. O modelo chega posicionado abaixo da Speed Triple e é o primeiro fruto da parceria com a indiana Bajaj, anunciada em janeiro.

A nova naked de média cilindrada recebeu o mesmo batismo dado à primeira moto da Triumph com motor de três cilindros, lançada em 1968.

Foto: Triumph/Divulgação

Novo motor tricilíndrico

Por sinal, o novo motor tricilíndrico de 660 cm³ será um trunfo da Trident. A unidade produz 81 cv de potência a 10.250 rpm e um torque de 6,5 mkgf a 6.250 rotações, acoplada a um câmbio de seis marchas. Segundo a marca britânica, 90% do torque fica disponível em ampla faixa de giros.

Com este conjunto, Trident deve se destacar perante rivais com motores de dois cilindros. Entre estes modelos estão Honda CB 500F, Kawasaki Z400 e Yamaha MT-03. A naked também estará habilitada competir com motos de 4-cilindros, como a Honda CB 650R.

A Triumph diz que o motor tricilíndrico foi desenvolvido especificamente para a Tridente e conta com 67 novos componentes. A fabricante promete uma pilotagem inspiradora, ágil e divertida, no que deve ajudar o chassi tubular de 189 kg montado sobre rodas de liga leve raiadas de aro 17.

Foto: Triumph/Divulgação

Modo chuva

A Trident contará com alguns recursos eletrônicos interessantes de auxílio à condução. Além do controle de tração ajustável, capaz de interpretar as condições de momento, a naked terá dois modos de condução: “Road”, para viagens sobre o asfalto, e “Chuva”, para situações de menor aderência.

Os dispositivos se somam a outros componentes de marcas premium, como a suspensão da Showa que traz garfos invertidos de 120 milímetros na dianteira. Outro destaque é o sistema de freios da Nissin com pinças dianteiras deslizantes de dois pistões e discos duplos de 310 mm.

Foto: Triumph/Divulgação

Design retrô

A despeito de ser a primeira Triumph feita em parceria com a indiana Bajaj, a Trident é bastante fiel à moto lançada no fim dos anos 1960. O design retrô contempla detalhes nostálgicos, como as cavidades na carenagem do tanque, que são anatômicas para as pernas.

Faróis e painel de instrumentos seguem o figurino clássico da marca e são redondos, com iluminação Full LED nos conjuntos óticos. De resto, a moto segue o padrão da categoria, com para-lamas curtinho, escape posicionado logo abaixo do motor, e traseira empinada que deixa a roda exposta.

Foto: Triumph/Divulgação

A nova Trident tem seu lançamento global previsto para o final de janeiro de 2021 e deve chegar ao mercado brasileiro no segundo semestre.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se


Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais