Redação

25/03/2021 - 4 minutos de leitura.

Triumph mostra a TE-1, sua primeira moto elétrica

Motocicleta inglesa terá quase 180 cv de potência máxima; design da Triumph TE-1 não deve fugir muito aos modelos convencionais

Triumph
Triumph TE-1 tem motor elétrico de quase 180 cv Crédito: Triumph/Divulgação
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Em 2019, a Triumph anunciou seu interesse em desenvolver a moto elétrica TE-1. Suas principais características são o design agressivo, ainda em fase conceitual, e, também, seu sistema de propulsão e baterias que herdam a experiência da Williams (Fórmula 1) no mundo da competição. Integral Powertrain e WMG da University of Warwick auxiliaram na concepção. Agora, a marca inglesa apresenta a atualização do trabalho, que deve começar sua fase de testes dentro de alguns meses.

Os esboços do protótipo já mostram as imagens da moto e do propulsor, evidenciando o caminho que a Triumph vem trilhando para mergulhar no mundo da eletrificação. Financiado pelo Escritório para Veículos com Emissão Zero do governo britânico, o projeto visa, no entanto, conquistar a clientela pela esportividade. A ideia é que a TE-1 atraia justamente os consumidores que, hoje, pilotam modelos com motores convencionais.

Triumph
Triumph/Divulgação

Design

Geralmente, os esboços de protótipos e conceitos são bastante ousados, e se adequam à realidade com o passar do tempo. Por hora, em síntese, a TE-1 apresenta rabeta extremamente curta e conjunto ótico frontal que lembra outros modelos da marca, como a Speed Triple 1200 RS e a Street Triple.

Elétrica da Triumph com quase 200 cv?

O trabalho feito pelo quarteto vem tomando forma e equilíbrio entre potência e energia. Atenções, inclusive, se voltaram ao pacote de baterias de 15 kWh. Em relação à motorização, por enquanto, o que se sabe é que o propulsor elétrico da TE-1 gera 174 cv de potência máxima.

Triumph
Triumph/Divulgação

A Triumph não divulga especificações adicionais, mas revelou que o chassi principal e traseiro têm bateria e motor embutidos. Informações da imprensa internacional, porém, dão conta que a moto chega a quase 200 km de autonomia.



Por meio da tecnologia de carregamento rápido, as baterias são carregadas em 80% num período de 20 minutos. Mas se você se animou, é melhor aguardar mais um pouco, afinal, a Triumph garante que esta não é necessariamente a moto que será apresentada nas revendas. Ou seja, muita coisa ainda deve mudar. De acordo com a fabricante, se tudo correr conforme o planejado, o protótipo da TE-1 será construído até o fim deste ano.

Inscreva-se no canal do Jornal do Carro no YouTube

Veja vídeos de testes de carros e motos, lançamentos, panoramas, análises, entrevistas e o que acontece no mundo automotivo em outros países!

Inscrever-se

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais