Primeira Classe Rafaela Borges

Hatch VW Gol faz forte ataque aos rivais

Ex-campeão de vendas já tem seu melhor resultado do ano e se aproxima do pódio de emplacamentos

Hatch VW Gol
Volkswagen Gol Foto: Ernesto Rodrigues/Estadão

O hatch VW Gol foi o maior líder da história do Brasil. Porém, a perda do primeiro lugar de vendas após 27 anos de liderança se mostrou definitiva. Primeiro, o Palio, já fora de linha, ultrapassou o hatch VW Gol.

SAIBA MAIS

Depois, foi a vez do Onix, que já está há três anos na liderança disparada do mercado. Nos dois últimos anos, o Chevrolet conquistou, em diversos meses, mais que a soma dos emplacamentos de segundo e terceiro colocados.

O hatch VW Gol acabou perdendo também o posto de mais vendido da sua montadora. Isso ocorreu com a chegada do Polo, no fim do ano passado. O novato, hatch como o Gol, mas mais caro e com pegada mais sofisticada, logo se tornou o Volkswagen mais emplacado do País.

 

VÍDEO: TESTAMOS O PANAMERA GTS NO CIRCUITO DO BAHREIN

 


Assim foi durante todo o primeiro semestre de 2018. Porém, a partir de julho, o hatch VW Gol começou a reagir. Ao final de setembro, já havia recuperado a posição de Volkswagen mais vendido no acumulado do ano.

Agora, o hatch VW Gol conquistou outro feito. Antes mesmo do encerramento, outubro já é o melhor mês de vendas para o modelo.

De 1º a 29 de outubro (a dois dias do encerramento do mês), somou 7.182 emplacamentos. Com isso, mês a mês, vem se aproximando mais do pódio de vendas.

O terceiro colocado, por enquanto o Hyundai HB20, está pouco mais de mil unidades à frente. No mês passado, a vantagem era de 2 mil unidades e no retrasado, de 4 mil.

Com isso, o Gol começa a atacar forte os rivais, e mostra reais chances de entrar na briga com o segundo e o terceiro colocados no ranking, HB20 e Ford Ka.

Mas será que é o hatch VW Gol, um veterano, a nova aposta da Volkswagen? E o Polo, lançado para ser o carro mais vendido da montadora? Como fica?

 

VEJA TAMBÉM: CARROS COM OS QUAIS NINGUÉM SE IMPORTA

 

Retomada do hatch VW Gol

Para o consultor Paulo Roberto Garbossa, da ADK Automotive, o Gol, veterano do mercado, conseguiu se manter na lista dos dez mais emplacados nos últimos anos graças às vendas diretas. O carro, cansado, já não atraía o consumidor no varejo.

Porém, agora, isso mudou. Com pequenos ajustes, o Gol voltou a fazer a cabeça do brasileiro.

“A primeira melhoria foi o câmbio automático, que o carro recebeu neste ano”, diz Garbossa. Esse tipo de transmissão tem sido importante para a estratégia de diversos modelos compactos. Tanto que Onix e HB20 já a têm há pelo menos três anos. O Ka acabou de receber essa opção.

“O hatch VW Gol recebeu também leves mudanças visuais e mais itens de série”, complementa o especialista. “Passou a ter custo-benefício bom. Então, quem quer levar um Polo, mas o acha caro, acaba optando pelo Gol.”

Esse fenômeno, aliás, começa a ser visto nas vendas do Polo. Desde que o hatch VW Gol começou a vender mais, o modelo premium não apenas deixou de ser o VW mais emplacado. Ele também vem perdendo bastante espaço no ranking, inclusive para seu principal rival, o Argo.

De 1º a 29 de outubro, o Polo somou 5.320 emplacamentos, ante os 5.906 do Fiat. Assim, o VW deve ficar atrás do rival neste mês, já que a desvantagem já é muito ampla – o que dificulta a virada.

Estratégia da Volkswagen

Como você observou acima, está havendo “canibalização” entre Polo e Gol. Na indústria automobilística, assim é conhecido o fenômeno em que um carro tira vendas de outro da mesma marca – e nem sempre isso é algo negativo, como você poderá ver abaixo.

Esse era já um fenômeno esperado. Ele ficou, no entanto, mais forte agora, levando o novato a perder participação.

Porém, juntos, Gol e Polo estão vendendo mais que em meses anteriores. Devem chegar a 13 mil emplacamentos neste mês, ante os cerca de 12 mil de setembro.

Em meados do ano, a soma dos dois carros ficava entre 10 mil e 11 mil emplacamentos. Assim, a Volkswagen não está perdendo mercado; está ganhando. Isso reforça sua estratégia a caminho da liderança de vendas, que no momento é da Chevrolet.

O Gol também ganhou espaço por causa do reposicionamento do Up!, no primeiro semestre. O subcompacto, que acabou não se tornando um carro de alto volume, agora atua na linha Volkswagen como modelo de nicho – suas versões partem de pouco mais de R$ 50 mil.

Como as versões mais caras do Up! saíram de cena, os clientes que as compravam passaram a se voltar ao hatch VW Gol.

 

Possível recorde

Outubro já é o segundo melhor mês do ano para as vendas. De 1º a 29, foram emplacados 210 automóveis e comerciais leves.

Até então, julho, com 209 mil unidades vendidas, era o vice-líder. Agosto detém o primeiro lugar, com 240 mil emplacamentos.

Ultrapassar agosto, segundo especialistas, não será uma tarefa fácil para o mês de outubro. Afinal, seriam necessárias vendas de 30 mil unidades em dois dias.

Isso significa média de 15 mil exemplares/dia, ante os cerca de 10.400 registrados até agora.

Porém, os últimos dias dos meses costumam, tradicionalmente, ter resultados mais fortes. No dia 29, por exemplo, foram registrados 12.500 emplacamentos.

 

 


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos