Mais caro, Nissan Kicks já fura a barreira dos R$ 100 mil

Utilitário-esportivo teve primeiro reajuste desde que sua produção foi nacionalizada

Crédito: Nissan

O Nissan Kicks teve o primeiro reajuste de preços desde que sua produção foi nacionalizada. Quarto colocado no ranking de vendas dos utilitários, o modelo fabricado em Resende (RJ) teve aumentos de R$ 1.090 a R$ 2.090, conforme a versão, e sua versão mais cara já passa dos R$ 100 mil com todos os opcionais.

O catálogo de entrada, S, agora parte de R$ 71.990 com câmbio manual – é a única versão com essa opção de transmissão. O preço sobe para R$ 73.190 com o pacote Safety (com controle eletrônico de estabilidade, controle de tração e assistente de partida em rampas) e R$ 80.490 se o consumidor optar pelo câmbio automático do tipo CVT.

A configuração mais cara possível chega a R$ 101.740. Trata-se da versão de topo SL, acrescida do pacote Tech (faróis dianteiros com assinatura de LEDs, alerta de colisão e assistente inteligente de frenagem), mais acabamento interno de couro bege ou marrom (R$ 500 extras) e pintura metálica bicolor (mais R$ 1.550).

Veja os novos preços do Kicks 2018:

S manual: R$ 71.990 (aumento de R$ 1.490)
S manual com Pack Safety: R$ 73.190 (aumento de R$ 2.090)
S com câmbio CVT: R$ 80.490 (aumento de R$ 1.290)

SV CVT: R$ 86.990 (aumento de R$ 1.390)
SV CVT com Pack Plus: R$ 89.990 (aumento de R$ 1.390)

SL CVT: R$ 95.990 (aumento de R$ 1.090)
SL CVT com Pack Tech: R$ 98.390 (aumento de R$ 1.090)


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas