PSA terá novos compactos que podem vir para o Brasil

Hatch premium, SUV e sedã serão desenvolvidos na Índia e poderão ser vendidos no Brasil na próxima década

psa
Carlos Tavares, CEO da PSA Ralph Orlowski/Reuters

A PSA revelou que vai adotar na Índia uma estratégia parecida com a da Renault. O grupo francês também deverá criar modelos específicos para aquele mercado. Será a terceira tentativa da PSA na Índia, e ocorre após a compra da indiana Ambassador.

A empreitada, no entanto, não mira carros de entrada. A PSA se juntou ao braço de engenharia e tecnologia da Tata para desenvolver uma gama de modelos. Por enquanto, eles são chamados de Smart Car 1, 2 e 3 – sem relação com a fabricante Smart, de propriedade da Mercedes-Benz.

O primeiro será um hatch compacto com ares premium, o segundo um SUV compacto para concorrer com Renault Duster e Hyundai Creta. O terceiro será um sedã compacto do porte do Honda City.

A plataforma será a modular CMP, que deve estrear em 2019 com o DS3 Crossback e estará na próxima geração do Opel Corsa europeu, prevista para 2020.

Outros mercados

Esses modelos serão desenhados para mercados emergentes e não devem ser vendidos apenas na Índia. Isso significa que Oriente Médio, Ásia e América Latina poderão receber os novos modelos.

Ainda não é certo se os “Smart” indianos usarão a marca Ambassador. A PSA poderá vender os modelos com as marcas Peugeot, Citroën ou mesmo pela linha de luxo DS.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas