PSA terá novos compactos que podem vir para o Brasil

Hatch premium, SUV e sedã serão desenvolvidos na Índia e poderão ser vendidos no Brasil na próxima década

psa
Carlos Tavares, CEO da PSA Ralph Orlowski/Reuters

A PSA revelou que vai adotar na Índia uma estratégia parecida com a da Renault. O grupo francês também deverá criar modelos específicos para aquele mercado. Será a terceira tentativa da PSA na Índia, e ocorre após a compra da indiana Ambassador.

A empreitada, no entanto, não mira carros de entrada. A PSA se juntou ao braço de engenharia e tecnologia da Tata para desenvolver uma gama de modelos. Por enquanto, eles são chamados de Smart Car 1, 2 e 3 – sem relação com a fabricante Smart, de propriedade da Mercedes-Benz.

O primeiro será um hatch compacto com ares premium, o segundo um SUV compacto para concorrer com Renault Duster e Hyundai Creta. O terceiro será um sedã compacto do porte do Honda City.

A plataforma será a modular CMP, que deve estrear em 2019 com o DS3 Crossback e estará na próxima geração do Opel Corsa europeu, prevista para 2020.

Outros mercados

Esses modelos serão desenhados para mercados emergentes e não devem ser vendidos apenas na Índia. Isso significa que Oriente Médio, Ásia e América Latina poderão receber os novos modelos.

Ainda não é certo se os “Smart” indianos usarão a marca Ambassador. A PSA poderá vender os modelos com as marcas Peugeot, Citroën ou mesmo pela linha de luxo DS.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas