Mercado de motos cresce 4% no primeiro trimestre

Foram 219.304 unidades emplacadas de janeiro a março de 2018

Produção_CB500-F-1160x773

A venda de motos avançou 4% no primeiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período do ano passado. De janeiro a março, foram 219.304 unidades emplacadas, contra 210.970 de 2017.

Na evolução mensal, março registrou alta de 25,9% em relação a fevereiro: 79.320 contra 62.991. Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo).

O ritmo de produção tem acompanhado a maior demanda. A fabricação de motos foi 12,2% maior neste primeiro trimestre, com 259.537 unidades. Em 2017, foram 231.381 nesse período.

De fevereiro para março, a produção cresceu 13,1%. Foram 94.599 unidades fabricadas, contra 83.632 do mês anterior.

Atacado

Nas vendas para o atacado, o aumento foi de 16,6% no trimestre. De 2017 para 2018, a quantidade pulou de 74.793 para 94.599 exemplares repassadas às concessionárias de janeiro a março.

Categorias

No ranking das categorias mais comercializadas, a Street lidera com 51,2% de participação e 119.723 unidades vendidas.

Em seguida, aparecem a Trail, com 22,1% (51.624), e a Motoneta, com 14,1% (32.948). Scooter, com 6,6% (15.386), e Naked, com 2,4% (5.589), vêm na sequência.

Exportações

As exportações tiveram uma alta considerável de 39,4% nos primeiros três meses do ano. No período, 23.320 motocicletas foram enviadas para outros países. De janeiro a março de 2017, a quantidade exportada foi de 16.732.

O principal destino foi a Argentina, que recebeu 18.436 unidades. A Austrália apareceu em segundo, com 1.258 motos.

 

VEJA TAMBÉM: MOTOS BOAS PARA VIAJAR

Seminovos

Confira as melhores ofertas do Autoline.com.br


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas