Mercado

Banho de lama tenta encorajar donos de Duster a fazer passeios 4x4

Após concluir que 40% dos clientes não usa tração 4x4, Dacia lança “lavagem de lama” para incentivar donos de Duster a fazer trilhas off-road

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

09 de jan, 2022 · 6 minutos de leitura.

renault duster 4x4
Em jogada inusitada, Dacia suja Duster de lama para incentivar passeios off-road
Crédito:Divulgação/Dacia

No geral, o sucesso dos SUVs sempre se deu por conta do espaço interno que esse tipo de carroceria proporciona, ideal para famílias e grandes viagens. No entanto, muitos deles passaram a ser oferecidos com tração 4x4, o que encheu os olhos dos amantes de trilhas off-road e fez com que esse segmento crescesse ainda mais. Mas, será que todos os donos de utilitários com tração nas quatro rodas se arriscam nesses passeios? A Dacia, montadora de automóveis do grupo Renault, descobriu que não.

Em uma recente pesquisa de mercado feita em Londres, na Inglaterra, a empresa constatou que cerca de 40% das pessoas que possuem veículos 4x4 da marca na Europa nunca saíram do asfalto. O levantamento também concluiu que 19% dos proprietários do Renault Duster 4x4 nunca se aventuraram em passeios fora-de-estrada.

Mas, não parou por aí. Além desses números, a empresa entrevistou mais de 1.000 clientes para saber o quão longe que tinham ido com seus carros. Nas entrevistas, 67% dos motoristas afirmaram que o maior esforço de seus SUVs foi enfrentar grandes lombadas da cidade. Porém, 17% deles disseram que tinham interesse em praticar atividades mais aventureiras. E, assim, a Dacia teve a ideia de criar a ''lavagem de lama''.

Divulgação/Dacia

Lavar com lama?

A jogada pode ser um tanto quanto curiosa, mas, de acordo com a Dacia, vai servir de incentivo para encorajar os donos do Duster a fazer passeios off-road. Por isso, a empresa vai lançar um serviço de "lavagem" com lama. Não, você não leu errado! A ação vai substituir sabão por barro nos baldes e vai cobrir de barro os veículos para incentivar o uso da tração 4x4.

Os clientes poderão utilizar o serviço em um showroom da marca romena, que acontecerá no dia 18 de janeiro. ''Para aqueles que sentem que seu 4×4 está mais em casa, na corrida da escola, do que na trilha, o banho de lama visa inspirá-los a trocar a televisão por galochas'', afirmou o diretor da marca no Reino Unido e na Irlanda, Luke Broad.



Segundo Broad, a inspiração para a ação surgiu quando os entrevistados foram questionados sobre quais atividades baseadas no off-road gostariam de experimentar. Entre eles, 46% disseram que adorariam fazer uma viagem, enquanto 42% afirmaram que realizar uma viagem à beira-mar está no topo da lista. ''Nossa lavagem vai preparar os compradores de carros para um ano de aventura'', concluiu o executivo.

Dacia aposta no SUV Bigster no Brasil

Conforme antecipado pelo Jornal do Carro há um ano, a francesa Renault está preparando o terreno para lançar o SUV médio Bigster no Brasil. A expectativa é de que a marca revele a versão de produção do modelo neste ano, para desafiar a dupla Compass e Corolla Cross a partir de meados de 2023, quando o novo utilitário deverá chegar às lojas daqui.

Renault 4x4
Dacia/Divulgação

Tal como o Duster, o Bigster vai apostar no porte avantajado em relação aos rivais de Jeep e Toyota. Ou seja, o SUV deverá manter os 4,60 metros de comprimento e 7 lugares vistos no conceito da Dacia, bem como deverá ser eletrificado. O modelo será feito sobre a plataforma modular CMF-B e terá produção na fábrica de São José dos Pinhais (PR).

Quando chegar às concessionárias brasileiras, o Bigster vai substituir o Captur, que atualmente tenta disputar vendas com os SUVs médios com a ajuda do novo motor 1.3 turboflex. Dessa forma, em vez de apostar no diesel, o novo SUV da Renault terá o motor 1.3 TCe ligado ao câmbio CVT. Um sistema híbrido flex está em desenvolvimento pela marca.

Continua depois do anúncio

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se