FCA vende a Magneti Marelli por R$ 27 bilhões

Com a compra da Magneti Marelli, a japonesa Calsonic Kansei se torna a sétima maior fornecedora de autopeças

marelli
Marelli ainda fornecerá peças para a FCA Crédito: Magenti Marelli/Divulgação

A japonesa Calsonic Kansei, controlada pela norte-americana KKR, concordou em comprar a Magneti Marelli, da Fiat Chrysler, por 6,2 bilhões de euros, cerca de R$ 27 bilhões. Assim ela se torna a sétima maior fornecedora independente de peças automotivas.

O primeiro grande acordo do novo executivo-chefe da FCA, Mike Manley, que assumiu em julho após a morte repentina de Sergio Marchionne, era criar um receita de 15,2 bilhões de euros. A venda da Magneti Marelli faz parte disso.

A recém-formada Magneti Marelli CK Holdings deverá cortar custos por meio de sinergias. E expandir sua base de clientes à medida que os fabricantes de componentes tentam acompanhar a mudança das montadoras. O foco é condução autônoma, carros conectados e veículos elétricos.

“Essa combinação com a Calsonic Kansei surgiu como uma oportunidade ideal para acelerar o crescimento futuro da Magneti Marelli”, disse Manley na unidade da FCA especializada em iluminação, motor e eletrônica de alta tecnologia.

Ações subiram depois da venda da Magneti Marelli

As ações da FCA subiram 5,2% após o anúncio. Com os investidores saudando o preço elevado, o que impulsionará a posição de caixa líquido da FCA. E aumenta as expectativas de uma recompra de ações.

Marchionne iniciou um processo para desmembrar a unidade e distribuir suas ações para os acionistas da FCA no início de 2019. Mas disse em junho que a FCA ainda estaria “receptiva” a uma oferta.

Nem a FCA nem seu principal acionista, a família Agnelli, fundadora da Fiat, terão participação no negócio combinado. Mas a FCA disse que firmará um contrato de vários anos para garantir suprimentos a suas fábricas. E também manter operações e equipes na Itália.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas