Você está lendo...
Stellantis anuncia Leapmotor no Brasil, nova marca chinesa de elétricos
Mercado

Stellantis anuncia Leapmotor no Brasil, nova marca chinesa de elétricos

Leapmotor International deve estrear dois carros elétricos ainda este ano no Brasil; veja quais outras marcas chinesas chegarão ao País em 2024

Adrielle Farias, especial para o Jornal do Carro

14 de mai, 2024 · 5 minutos de leitura.

Publicidade

C10
C10 é um dos carros elétricos que será lançado no Brasil ainda este ano como fruto da joint venture entre Stellantis e Leapmotor
Crédito:Stellantis/Divulgação

A Stellantis confirmou a chegada da Leapmotor International, marca chinesa de carros elétricos, ainda em 2024 aqui em terras brasileiras. A novidade é fruto da joint venture entre Stellantis (49%) e Leapmotor (51%). Inclusive, antes do anúncio, a Stellantis já havia investido cerca de US$ 1,5 bilhão na fabricante, para garantir uma participação de quase 21%. Assim, a marca confirmou o lançamento de novos veículos elétricos aqui no Brasil como o T03 e o C10.



“A criação da Leapmotor International é um grande avanço para ajudar a resolver a questão urgente do aquecimento global com modelos BEV de última geração que vão competir com as marcas chinesas existentes nos principais mercados em todo o mundo”, informa Carlos Tavares, CEO da Stellantis. Desta forma, o grupo espera ter até o final deste ano aproximadamente 200 pontos de vendas

Leapmotor irá trazer elétricos C10 e T03

Entre os frutos que esta joint venture deve render aqui pelo Brasil estão o lançamento dos carros elétricos C10 e T03. A Stellantis já até registrou o C10 no INPI, que é um SUV elétrico com 231 cv de potência e 32,6 mkgf. Além disso, ele deve chegar com cerca de 420 km de autonomia. Nas dimensões, o veículo apresenta 4,73 m de comprimento, 1,9 m de largura, 1,68 m de altura e 2,82 m de distância de entre-eixos. A arquitetura do veículo tem como base a tecnologia LEAP3.0, da própria fabricante.

Publicidade


Leapmotor T03
Stellantis/Divulgação

Enquanto isso, o T03 é descrito pela Leapmotor como um carro urbano e compacto, com autonomia de 265 km. Assim, este deve concorrer diretamente com modelos da BYD, como o Dolphin Mini. Nas dimensões, o veículo deve chegar com 3,62 m de comprimento, 1,65 m de largura, 1,57 m de altura e 2,4 m de distância de entre-eixos.

Novas marcas da China estão chegando ao Brasil

Tal como mostrou o Jornal do Carro, pode-se esperar ainda para este ano algumas estreias de marcas chinesas aqui no País. Entre elas está a Zeekr, que pertence ao grupo Geely e é “prima” da Volvo. Além disso, a Chery trará a Omoda e Jaecoo para o Brasil com os modelos Omoda 5 e Jaecoo J7. As marcas são conhecidas por ofertarem SUVs com opções híbridas e elétricas. Especula-se, inclusive, a vinda da Exeed, que faz parte da divisão de luxo do grupo Chery.


Neta GT
Tião Oliveira/Estadão

Já a VW também planeja trazer a chinesa XPeng para o País e não deve demorar muito para que o primeiro produto chegue ao mercado brasileiro. Vale destacar que a XPeng tem até carro voador em seu portfólio, mas seus grandes destaques ficam por conta dos sedãs P5 e P7. Por último, a Neta Auto, que pertence ao grupo Hozon, é uma marca de eletrificados que deseja expandir sua produção aqui para o Brasil. Em entrevista ao Jornal do Carro, o diretor de marketing e produto da Neta, Henrique Sampaio, confirmou até mesmo uma fábrica nos planos.

Siga o Jornal do Carro no Instagram!


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Deixe sua opinião