Você está lendo...
Stellantis quer fazer uma versão eletrificada de cada veículo novo até 2025
Notícias

Stellantis quer fazer uma versão eletrificada de cada veículo novo até 2025

Formação da Stellantis, que reúne 14 montadoras, pretende terminar o ano de 2021 já com 39 eletrificados. Isto é, 10 modelos a mais do que começa 20201

Emily Nery, para o Jornal do Carro

23 de jan, 2021 · 4 minutos de leitura.

Jeep Renegade e Compass 4xe
Jeep Renegade e Compass 4xe
Crédito:Divulgação/Jeep

A fusão entre os grupos PSA e FCA foi consolidada na última terça-feira (19). A formação da Stellantis, 4º maior grupo automotivo do mundo, já apresenta planos ousados no segmento de eletrificados. Com isso, ela deverá enfrentar uma acirrada disputa com o Grupo Volkswagen sobre quem irá liderar essa categoria.

Em conferência online, o CEO do grupo, Carlos Tavares confirmou que até 2025, cada novo modelo das 14 montadoras terá uma versão eletrificada.

Atualmente, somam-se 29 automóveis eletrificados, contudo, para o final deste ano, esse número subirá para 39 veículos. Até 2030, a meta é de que 35% dos seus veículos sejam elétricos


stellantis fca psa
Fusão dasduas empresas juntam 14 fabricantes Harold Cunningham e Daniel Roland/AFP

Assim, esses modelos sairão do gigantesco guarda chuva que comporta a Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge, RAM, Alfa Romeo, Abarth, Lancia e Maserati - do lado da FCA - e a Citroën, Peugeot, DS, Opel, e Vauxhall, da parte da PSA.

Eletrificados no Brasil

Apesar de tímida a presença de híbridos e elétricos por aqui, o único do grupo por aqui é o Peugeot 208 e-GT. Os próximos a desembarcarem no Brasil deverão ser o Jeep Renegade e Compass híbrido, projeto que atrasou por causa da pandemia mas deverá até o fim deste ano.


Além disso, a Fiat já confirmou a importação do 500 elétrico, que já está rodando por aqui,. Já a RAM 1500 poderá ganhar ainda uma versão com sistema híbrido leve, que dará recuperação de energia em frenagens.

O executivo confirmou que o total de funcionários da empresa passa de 400 mil pessoas trabalhando em mais de 130 mercados. Embora a cúpula executiva trate a fusão como um "escudo" contra cortes de emprego, a mesma não descarta possíveis demissões. Estima-se que consigam economizar cerca de US$5,9 bilhões anualmente.


Como anunciamos por aqui, uma das maneiras para deixar a produção mais eficiente e econômica será compartilhando plataformas, tecnologias e até projetos. A protagonista deste movimento deverá ser a plataforma CMP da Peugeot

Para dar segmento a seus planos, a Stellantis conta com a oferta de internet 5G nos mercados europeu e chineses, principalmente.