Emily Nery, para o Jornal do Carro

23/01/2021 - 4 minutos de leitura.

Stellantis quer fazer uma versão eletrificada de cada veículo novo até 2025

Formação da Stellantis, que reúne 14 montadoras, pretende terminar o ano de 2021 já com 39 eletrificados. Isto é, 10 modelos a mais do que começa 20201

Jeep Renegade e Compass 4xe
Jeep Renegade e Compass 4xe, híbridos que serão produzidos na Polônia e virão ao Brasil Crédito: Divulgação/Jeep
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

A fusão entre os grupos PSA e FCA foi consolidada na última terça-feira (19). A formação da Stellantis, 4º maior grupo automotivo do mundo, já apresenta planos ousados no segmento de eletrificados. Com isso, ela deverá enfrentar uma acirrada disputa com o Grupo Volkswagen sobre quem irá liderar essa categoria.

Em conferência online, o CEO do grupo, Carlos Tavares confirmou que até 2025, cada novo modelo das 14 montadoras terá uma versão eletrificada.

Atualmente, somam-se 29 automóveis eletrificados, contudo, para o final deste ano, esse número subirá para 39 veículos. Até 2030, a meta é de que 35% dos seus veículos sejam elétricos

stellantis fca psa
Fusão dasduas empresas juntam 14 fabricantes Harold Cunningham e Daniel Roland/AFP

Assim, esses modelos sairão do gigantesco guarda chuva que comporta a Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge, RAM, Alfa Romeo, Abarth, Lancia e Maserati – do lado da FCA – e a Citroën, Peugeot, DS, Opel, e Vauxhall, da parte da PSA.

Eletrificados no Brasil

Apesar de tímida a presença de híbridos e elétricos por aqui, o único do grupo por aqui é o Peugeot 208 e-GT. Os próximos a desembarcarem no Brasil deverão ser o Jeep Renegade e Compass híbrido, projeto que atrasou por causa da pandemia mas deverá até o fim deste ano.

Além disso, a Fiat já confirmou a importação do 500 elétrico, que já está rodando por aqui,. Já a RAM 1500 poderá ganhar ainda uma versão com sistema híbrido leve, que dará recuperação de energia em frenagens.

O executivo confirmou que o total de funcionários da empresa passa de 400 mil pessoas trabalhando em mais de 130 mercados. Embora a cúpula executiva trate a fusão como um “escudo” contra cortes de emprego, a mesma não descarta possíveis demissões. Estima-se que consigam economizar cerca de US$5,9 bilhões anualmente.

Como anunciamos por aqui, uma das maneiras para deixar a produção mais eficiente e econômica será compartilhando plataformas, tecnologias e até projetos. A protagonista deste movimento deverá ser a plataforma CMP da Peugeot

Para dar segmento a seus planos, a Stellantis conta com a oferta de internet 5G nos mercados europeu e chineses, principalmente.



Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais