Primeira Classe Rafaela Borges

Carros bons que estão saindo de linha

Carros bons como linha Focus e Fiesta, além das principais versões do Golf, estão dizendo adeus

Golf GTI carros bons
Golf sobreviverá só na versão GTI Crédito: Foto: Tiago Queiroz/Estadão

O primeiro trimestre de 2019 foi de notícias ruins para quatro carros bons que ainda estão à venda no mercado brasileiro. Esses modelos são a linha Focus (hatch e sedã), o Fiesta e o Golf.

Todos esses carros já fizeram muito sucesso. Além disso, foram pioneiros em um ou outro aspectos. Porém, acabaram tendo suas carreiras encerradas no Brasil por motivos diferentes.

 

Veja também: Carros com consumo de combustível absurdo

Carros bons, segmento em baixa

O momento ruim de seus segmentos foi a principal razão do adeus dos carros bons Focus e Golf. O Volkswagen, na verdade, não está deixando o mercado totalmente; uma versão vai ficar.

Vídeo da semana: M2 Competition e TT RS vão para a pista

O hatch Focus e o Golf fazem parte do segmento de hatches médios. Com a saída dos adeus, a categoria fica apenas com modelos de marcas premium (A3, Classe A e Série 1) e o Cruze Sport6.

No caso do Golf, fica a versão GTI, esportiva, com motor de 230 cv. Com isso, o VW assume sua nova função: ser carro de nicho.

Afinal, não há mais como negar. O segmento de hatches médios virou nicho. Quanto ao Golf, ele inovou tanto na primeira geração feita no País (a quarta mundial), um dos carros nacionais mais tecnológicos do início dos anos 2000, como na atual.

LEIA TAMBÉM

Este foi o primeiro carro da VW do Brasil a trazer a moderna e modular plataforma MQB, que hoje está no Polo, no Virtus e no T-Cross (e em breve estará em outros modelos).

O Focus atual foi um dos primeiros carros feitos no Mercosul (ele é argentino) a trazer motor com injeção direta de combustível. E, apesar de tecnológico e equilibrado, sempre caprichou no custo-benefício.

Mas, como um hatch médio, não tinha mesmo como continuar sua carreira no Brasil. Aliás, ele saiu de linha também nos EUA. Agora, sobrevive só no mercado europeu, que valoriza esse segmento.

Sedã

O Focus Sedan está na lista de carros bons do segmento. E ele foi inovador pelos mesmos motivos do hatch, embora em uma dose mais moderada (pois os sedãs médios costumam ser mais tecnológicos que os hatches).

E o problema dele não é tão diferente do observado em seu irmão hatch. Embora ainda tenha três representantes com vendas razoáveis (Civic, Cruze e Jetta) e um com emplacamentos altos (Corolla), o segmento de sedãs médios encolhe cada vez mais (em vendas e representantes).

Modelos como Peugeot 408 e Renault Fluence, por exemplo, deixaram de ser produzidos. E não tiveram sucessores. Já Sentra e C4 Lounge não alcançam nem 500 emplacamentos por mês.

Fiesta

Já o Fiesta será vítima do fim da fábrica de São Bernardo do Campo (SP), até o fim deste ano. Ele é o único carro de passeio feito por lá – os demais veículos são caminhões.

Um dos carros bons brasileiros, que no passado já foi o Ford mais vendido, o Fiesta inovou ao ser o primeiro hatch compacto nacional com controle eletrônico de estabilidade. Porém, já estava com vendas em baixa há algum tempo, por uma conjunção de fatores que você pode conferir aqui.

Estoques

O Golf já deixou de ser produzido nas versões Comfortline (1.0 turbo) e Highline (1.4 turbo). Agora, só restaram unidades em estoque nas concessionárias.

A linha Focus vai ser descontinuada nos próximos meses, e o Fiesta continuará sendo feito até o encerramento das atividades na fábrica.

São quatro carros bons que vão deixar saudades.

 

Veja também: Os SUVs mais vendidos em março de 2019


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos