Primeira Classe Rafaela Borges

Creta: razões para não comprar. E para comprar

Creta está em evidência pois liderou o segmento de SUVs compactos no ano passado

Hyundai Creta
Creta Crédito: Hyundai/Divulgação

O Creta conseguiu um grande feito no ano passado. Ele tirou do HR-V o posto de SUV compacto mais vendido do Brasil, que o Honda mantinha desde seu lançamento, em 2015.

Mas o que o Hyundai tem de tão especial para conseguir o que nenhum dos vários SUVs lançados nos últimos anos conseguiu?

Abaixo, listamos as razões para você comprar o carro. E também as para não comprar.

 

Veja também: Os SUVs mais vendidos em abril de 2019

 

Por que comprar o Creta

O modelo da Hyundai tem uma infinidade de versões. Por isso, consegue atingir amplo número de clientes, com boa variedade de preços.

Os preços vão de R$ 78.890 até R$ 104.990. Além disso, há uma ampla combinação de motores e câmbios. O propulsor pode ser 1.6 ou 2.0 e o câmbio, manual ou automático de seis marchas.

É uma variação bem mais ampla que as de HR-V e Tracker, que só têm uma versão de motor e câmbio, ou mesmo em relação ao Kicks, só disponível com o 1.6.

 

LEIA TAMBÉM

 

O principal trunfo do Creta é o espaço interno. Os 2,59 metros de entre-eixos são reforçados pela assoalho quase plano. Isso facilita a acomodação do passageiro do meio do banco de trás.

O porta-malas, de 431 litros, está entre os maiores da categoria. Outro trunfo é a boa lista de equipamentos.

Dela, o destaque é a central multimídia fácil de usar. Trata-se da única do segmento a trazer TV digital.

Por que não comprar

O consumo é um dos maiores problemas do Creta. Os 7,1 km/l com etanol na cidade – dado do Inmetro – são uma marca melhor apenas que a do Renegade. O Jeep com motor 1.8 é referência no segmento quando o assunto é gasto de combustível.

O dado acima é da versão 1.6. Com a 2.0, é ainda pior. Fiquei recentemente com o carro e ele chegou a fazer médias de 4,9 km por litro de etanol, na cidade.

 

Vídeo da semana: Teste do McLaren Senna em Interlagos

 

E por falar no 2.0, o desempenho é frustrante. O carro não chega a ser lento, mas anda bem menos do que seus 166 cv sugerem .

Por fim, o Creta não tem visual atraente. Não dá para dizer que é um carro feio. Porém, a traseira é esquisita e a dianteira, conservadora.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Mais artigos