Primeira Classe

EcoSport perde espaço na nova era dos SUVs

Antigo líder, EcoSport começa a perder resistência ante os novatos e cai no ranking

Rafaela Borges

23 de jul, 2019 · 5 minutos de leitura.

usados" >
Ford EcoSport seminovo pode ser encontrado abaixo de R$ 70 mil com motor 1.5 e câmbio automático
Crédito: Valéria Gonçalvez/Estadão

Ex-líder do segmento de SUVs compactos, o EcoSport é o modelo que mais perdeu espaço desde 2015. Foi naquele ano que começaram a chegar ao mercado modelos como HR-V e Renegade, que o deixaram para trás.

Posteriormente, vieram Captur, Creta, Kicks, 2008 e WR-V. Nesse contexto, o EcoSport acabou sendo ultrapassado também por Kicks e Creta, mas sua queda parou por aí.

Desde 2017, ele vem se mantendo firme na quinta posição entre os SUVs compactos mais emplacados. Para isso, ganhou modificações, como o moderno motor 1.5 e uma boa central multimídia.

A resistência, no entanto, pode estar chegando ao fim. O modelo da Ford não está conseguindo reagir à chegada de uma nova leva de modelos. Esse grupo inclui o T-Cross, o C4 Cactus e o Tiggo 5X.

 

Veja também: Razões para comprar e não comprar o T-Cross

 

A queda do EcoSport

A chegada do Volkswagen T-Cross pouco afetou os quatro SUVs compactos mais vendidos do Brasil. Eles são o Renegade, o Creta, o Kicks e o HR-V.

Porém, bateu em cheio no EcoSport. O Volks, quase de cara, deixou o Ford para trás. Mas não foi só para o T-Cross que o veterano perdeu posições no ranking.

 

LEIA TAMBÉM

 

No mês passado, ele acabou caindo para a oitava posição entre os SUVs compactos mais vendidos do País. Além do T-Cross, foi deixado para trás por dois veteranos, o Captur e o Duster.

Mas não foram os modelos da Renault que tiraram vendas do Ford. A evolução de novatos como C4 Cactus e Tiggo 5X também está entre as causas.

Embora os dois modelos não estejam na frente do EcoSport no ranking, também ganharam clientes que podem estar deixando de comprar o antigo líder.

EcoSport em julho

Neste início de primeiro semestre, o EcoSport não está mostrando grande evolução. De 1º a 22 de julho, o modelo da Ford está na sétima posição do ranking de SUVs compactos, de acordo com informações de fontes de mercado.

Ele conseguiu deixar o Duster para trás. Porém, T-Cross (quinto), Captur (sexto) e os quatro líderes continuam com boa vantagem para a Ford.

 

Vídeo relacionado: Teste do T-Cross 1.0 TSI

 

Outros SUVs em baixa

A perda de mercado do EcoSport chama a atenção por ele ter sido um dos grandes, além de diretamente afetado pelo T-Cross. No entanto, há outros SUVs compactos que não estão conseguindo reagir à chegada de novatos.

No grupo dos diretamente afetados pelo C4 Cactus, por exemplo, o destaque é o Tracker. O Chevrolet, que no ano passado chegou a brigar por uma posição entre os cinco SUVs compactos mais vendidos, em julho aparece apenas na décima posição - uma atrás do Citroën lançado em 2018.

O WR-V também perdeu espaço. Sua queda, porém, já havia começado no ano passado. A novidade, em 2019, é que ele está fora da lista dos dez mais emplacados - aparece, em julho, na 11ª colocação.

Newsletter Jornal do Carro - Estadão

Receba atualizações, reviews e notícias do diretamente no seu e-mail.