Primeira Classe

Carros que vendem muito porque têm descontos altos

Na lista dos 20 mais vendidos, Kicks e outros três modelos se apoiam nas vendas diretas

Rafaela Borges

26 de abr, 2019 · 5 minutos de leitura.

Nissan Kicks" >
Nissan Kicks
Crédito: Valeria Gonçalves/Estadão

Renegade, Gol, Kicks e Ka Sedan. Na lista dos 20 carros de passeio mais vendidos no primeiro trimestre, esses foram os que tiveram seus desempenhos quase totalmente impulsionados por grandes descontos.

O que isso significa? Que sem as vendas diretas, eles provavelmente não estariam nem na lista dos 20 mais vendidos do Brasil.

E o que as vendas diretas significam? São os negócios fechados com nota fiscal de fábrica, e não de concessionária. Na maior parte dos casos, os descontos são muito altos, sejam eles efetuados pela montadora ou o governo (caso dos abatimentos de impostos dados a pessoas com necessidades especiais, ou PCD).


LEIA MAIS

As vendas diretas, que já estavam fortes em 2018, dispararam neste ano. No primeiro trimestre, chegaram a quase 43%.

As razões não são apenas as vendas no atacado, para locadoras e frotistas, por exemplo. Segundo as montadoras, cada vez mais cresce a venda para o público PCD.


Vídeo da semana: Histórias sobre Senna que você nunca ouviu antes

A versão PCD do Creta, por exemplo, é a mais vendida do modelo da Hyundai. No caso do Renegade, as entregas para esse público cresceram 40% desde a reestilização do produto, no fim do ano passado.


Os descontos são muito bons. Um Creta PCD, por exemplo, custa R$ 69.990. Com os descontos de impostos concedidos pelo governo, pode sair por menos de R$ 54 mil.

 

Veja também: Carros com consumo de combustível muito alto


 

Kicks e as vendas diretas

Existe uma boa briga pela liderança dos SUVs compactos neste ano. Dois modelos que disputam essa posição, Kicks e Renegade, têm mais de 50% dos emplacamentos originados de vendas diretas.

No primeiro trimestre, foram emplacados 12.484 Kicks no Brasil. Desses, 65% foram provenientes de negócios fechados por meio de vendas diretas.


No ranking que incluem apenas esse tipo de negócio, inclusive, o Kicks foi o sexto carro mais emplacado do Brasil no período.

Vídeo relacionado: O que o Renegade tem de melhor e pior


Já no ranking geral de vendas de carros de passeio (atacado + varejo), o Kicks ficou com o 11º lugar.

No caso do Renegade, as vendas diretas representam 74,2%.

Outro SUV que é mais forte nessa modalidade que no varejo, mas não está no "top 20", é o Captur, com 66% de participação de vendas diretas.


Gol e Ka Sedan

O hatch compacto da Volkswagen, ex-líder do Brasil (até 2014), teve 66% de seus 16.151 emplacamentos provenientes de vendas diretas.

No caso do Ka Sedan, a participação foi de 58,9%. Fora do "top 20" de emplacamentos gerais, também têm fortes vendas diretas o Logan, o Voyage, o Uno e o Spin.

 


Veja também: Os SUVs mais vendidos em março

Newsletter Jornal do Carro - Estadão

Receba atualizações, reviews e notícias do diretamente no seu e-mail.