Ferrari perde direitos do nome Testarossa

Fabricante de brinquedos alemã move ação contra italiana para usar denominação

Identidade Testarossa poderá virar nome de barbeador

A Ferrari perderá o direito de usar o nome de um dos modelos mais icônicos da sua história: a denominação Testarossa, usada para o veículo produzido entre 1984 e 1996. De acordo com o jornal alemão Zeit und Spiegel, a marca italiana teve de renunciar aos direitos da denominação em razão de uma ação judicial promovida por um fabricante de brinquedos na Alemanha.

O caso estava sendo processado em uma corte em Düsseldorf, cuja decisão foi baseada no pouco uso deste nome nos últimos cinco anos para que ele continuasse sendo protegido. A medida já está valendo, mas a Ferrari pode apelar para uma corte superior. Ainda não se sabe se ela seguirá por este caminho, mas o fabricante argumentou que deve proteger o nome, já que o serviço de manutenção de modelos Testarossa ainda é realizado até hoje.

Se a marca italiana não levar o caso adiante, o nome Testarossa poderá ser usado para qualquer finalidade pela empresa alemã, que fabrica desde bicicletas até barbeadores elétricos. Um final triste para um modelo que chegou ao mercado na década de 80 com um super motor de 4,9 litros e 395 cv de potência.

 


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas