Audi fraudou 2,1 milhões de veículos

Marca alemã admite ter utilizado software da matriz Volkswagen para burlar controles de emissões


Audi Q3 é modelo equipado com motor a diesel

A montadora Audi admitiu nesta segunda-feira (28) ter equipado 2,1 milhões de seus modelos premium com o software da matriz Volkswagen elaborado para fraudar os controles de emissões poluentes dos motores diesel.

Apenas no mercado alemão, 577 mil carros da Audi contam com o programa. No mercado americano são 13 mil. A linha equipada com o propulsor a dieselinclui os modelos A1, A3, A4, A5 e A6, Q3, Q5, Q7 e TT.

A Volkswagen, que possui 12 marcas de veículos, admitiu na semana passada que 11 milhões de carros contavam com o software. Segundo uma publicação alemã, a fraude nos motores teria começado em 2005.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas