Você está lendo...
Citroën começa a divulgar o novo C3 e cria hotsite antes do lançamento
Lançamentos

Citroën começa a divulgar o novo C3 e cria hotsite antes do lançamento

Citroën mantém segredo sobre motores e preços, mas confirma que o novo C3 terá 13 opções de cores e mais de 150 combinações possíveis

Jady Peroni, especial para o Jornal do Carro

24 de fev, 2022 · 7 minutos de leitura.

Citroën C3
Novo CItroën C3 terá 13 cores disponíveis e mais de 150 combinações
Crédito:Divulgação/Citroën

Um dos lançamentos mais esperados para 2022, a nova geração do Citroën C3 está bem próxima de estrear no Brasil. O hatch ressurgirá com estilo de SUV na nova geração que estreia em meados de abril. No entanto, a apresentação oficial vai acontecer no mês de março. E, para esquentar a estreia, a marca francesa criou um site exclusivo para dar detalhes da novidade, mas claro, sem quebrar o mistério.

No hotsite, a Citroën reforça que o novo C3 foi feito para o mercado brasileiro. Portanto, terá exclusividades. Um ponto interessante é que, no total, serão cerca de 13 opções de customização disponíveis no visual do modelo, como, por exemplo, a opção de pintura "bitom" - com o teto em cor diferente do restante da carroceria.

Duas opções já aparecem nas fotos. A primeira é a combinação do azul metálico "Spring Blue" com o teto branco, que surgiu na revelação do mini SUV no fim de 2021. A outra, revelada recentemente, é a Cinza Artense com o teto preto - também disponível na série especial do C4 Cactus. Além disso, o painel terá duas opções de cores: Cinza Steel ou Azul Metálico.


De acordo com a marca do duplo chevron, o novo C3 vai oferecer mais de 150 combinações entre as versões, cores e acessórios.

SUVs
Citroën/Divulgação

Preço e motorização?

No site, a Citroën tenta responder algumas perguntas que os consumidores podem ter. Mas a marca ainda não responde com clareza. Em relação aos preços, por exemplo, a francesa afirma que ''será um veículo competitivo no seu segmento''. E diz que os preços serão anunciados no lançamento oficial. A expectativa é que o hatch brigue pelo topo do ranking de vendas, contra Chevrolet Onix e Hyundai HB20.




Da mesma forma, a marca ainda não entrega a mecânica. E diz apenas que o novo C3 ''virá com motores de alta tecnologia para oferecer agilidade, economia e conforto''. Mas é esperado que o hatch feito em Porto Real (RJ) use o 1.6 aspirado e até o 1.0 turbo que estreou no primo Fiat Pulse, com até 130 cv. Já as versões de entrada podem ter o 1.0 Firefly de três cilindros da Fiat. O câmbio pode ser o automático de seis marchas.

Novo Citroën C3
Citroën/Divulgação

A chegada do compacto marcará a estreia da nova plataforma modular na fábrica brasileira. A arquitetura é uma versão simplificada da base CMP, usada por modelos europeus da Citroën e da Peugeot, como o novo 208, que vem ao Brasil importado da Argentina.


O que sabemos até o momento

Em relação aos equipamentos, a marca vai oferecer no C3 uma nova central multimídia com tela de 10". O equipamento terá ampla conectividade para facilitar a vida dos usuários. Assim, entre os recursos, contará com comando de voz e permitirá o espelhamento sem fio com smartphones por meio dos sistemas Android Auto e Apple CarPlay.

Divulgação/Citroën

Além da multimídia, o painel terá uma moldura colorida e visual descolado. Mas o principal intuito foi montar uma cabine ideal para a integração com celulares. Isso porque o novo C3 terá nichos estratégicos no console para fixar o aparelho, dois deles ficam próximos das saídas de ar nas extremidades, e um na parte central. O modelo contará, ainda, com três entradas USB de carregamento rápido e uma tomada de 12V.


Quando o assunto é tamanho, parece que as medidas serão próximas às do Fiat Pulse, que tem tamanho parecido com o dos hatches Argo e Onix, por exemplo. Assim, o novo C3 será mais um modelo da categoria a adotar formas de utilitário esportivo.

Novo Citroën C3
Citroën/Divulgação

Família Citroën C3

Tal como antecipado pelo Jornal do Carro em setembro, a Citroën vai lançar outros dois modelos na nova plataforma modular até 2024. Ou seja, o novo Citroën C3 é o primeiro de três carros que chegarão por aqui. O projeto, chamado de C-Cubed, ainda terá um crossover, que deverá herdar o (conhecido) sobrenome Aircross, bem como um sedã.


Com o trio, a Citroën almeja brigar no topo das vendas na América Latina, globalizando a marca. O Brasil, assim como outros mercados emergentes, será um polo importante para o plano da montadora.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se