Notícias

Lamborghini Gallardo vira viatura da Polícia Federal do Paraná

Com preço estimado em R$ 800 mil, Lamborghini Gallardo foi apreendido em julho na Operação Daemon, que apura fraudes com criptomoedas

Diogo de Oliveira

25 de ago, 2021 · 6 minutos de leitura.

Lamborghini viatura polícia" >
Lamborghini Gallardo LP 560-4 vira viatura da Polícia Federal do Paraná, mas é por tempo limitado
Crédito:Polícia Federal/Divulgação

Um Lamborghini Gallardo LP 560-4, com valor estimado em R$ 800 mil, agora faz parte da frota de viaturas da Polícia Federal do Paraná. Mas o superesportivo não vai colocar seus 560 cv de potência a serviço da corporação em perseguições. Na verdade, o supercarro da marca italiana servirá de vitrine em exposições e eventos. O modelo foi apreendido em julho na Operação Daemon, que apura fraudes com criptomoedas.

Este exemplar do Lamborghini Gallardo pertencia ao empresário Cláudio José de Oliveira, conhecido, então, como "rei do bitcoin". Ele está detido desde o dia 5 de julho, em prisão preventiva. Oliveira é acusado de fazer parte de quadrilha que desviou aproximadamente R$ 1,5 bilhão em transações feitas a partir da compra e venda de criptomoedas.

Lamborghini viatura polícia
Polícia Federal/Divulgação

Viatura mais potente do Brasil?

Não é comum ver no Brasil supercarros trajados como viatura de polícia, assim como em países árabes, onde esses modelos vendem em abundância. Por causa disso, a chegada do Lamborghini Gallardo à frota da PF tem seu simbolismo. Entretanto, a Justiça brasileira concedeu permissão para o uso temporário do modelo pela corporação.

Assim, o Gallardo LP 560-4 passa, momentaneamente, a ser a viatura mais poderosa da PF brasileira. O cupê da marca do touro carrega em sua traseira um enorme motor 5.2 litros V10 a gasolina, capaz de entregar justamente os 560 cv de potência, tal como indica a sigla no nome. O câmbio é automatizado de seis marchas, com tração nas quatro rodas.

Lamborghini viatura polícia
Polícia Federal/Divulgação

Segundo dados oficiais da Lamborghini, o Gallardo LP 560-4 entrega uma aceleração de zero a 100 km/h em apenas 3,7 segundos. E atinge velocidade máxima de 325 km/h. A PF não especificou o ano/modelo, mas é certo que o exemplar tem um bom tempo de estrada, já que o Gallardo teve a sua produção encerrada pela marca italiana em 2013.

Lamborghini viatura polícia
Polícia Federal/Divulgação

Modelo irá a leilão

Conforme informa a Polícia Federal, o Lamborghini Gallardo do "Rei do Bitcoin" não participará de operações rotineiras, mas apenas de "exposições, eventos e ações pedagógicas de repressão ao crime e descapitalização de bens de organizações criminosas". Além disso, o superesportivo foi cedido para uso provisório pela corporação.

Dessa forma, quando retornar ao poder judiciário, o exemplar da Lamborghini irá a leilão. E o dinheiro da venda irá para as vítimas das fraudes investigadas na Operação Daemon.

Polícia Rodoviária Federal
PRF/Divulgação

PRF agora tem BMW, Land Rover e até Porsche

Desde última semana, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) ganhou sete (belos) reforços que vão patrulhar as rodovias brasileiras. Os carrões são todos modelos luxuosos de criminosos e que, agora, servirão ao Estado brasileiro como viaturas.

A princípio, trata-se de modelos caríssimos e cobiçados pela bandidagem tanto pelo desempenho quanto pelo luxo, robustez e esportividade. Na lista: Range Rover Velar P300 SE R-DynamicJeep Grand CherokeePorsche Cayenne GTSMercedes Benz E300BMW 330I M Sport 2.0BMW 320I 2.0 e até o Toyota Tundra 5.7 V8, nunca vendido oficialmente no Brasil.


Continua depois do anúncio

Ou seja, máquinas com ticket médio de R$ 300 mil ? e tem modelo de quase R$ 500 mil. De acordo com a Justiça Federal, a soma da frota total dá, aproximadamente, R$ 2 milhões.

Abaixo, um teste com o Lamborghini Huracan, sucessor do Gallardo.

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se