Emily Nery, para o Jornal do Carro

18/02/2021 - 6 minutos de leitura.

Mitsubishi Outlander troca de geração com forte influência da Nissan e ganha visual ainda mais robusto

Com estreia on-line pela Amazon novo SUV da Mitsubishi adota características de modelos do passado e compartilha motor e equipamentos com Nissan Rogue

Novo Mitsubishi Outlander 2022
Novo Mitsubishi Outlander 2022 Crédito: Divulgação/Mitsubishi
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Depois de muita especulação, a Mitsubishi finalmente apresentou a nova geração do Outlander. Dotado de um visual bastante chamativo, ele traz referências de Pajero, do Lancer Evolution X e até da Nissan. O fato é que o veículo veio para tentar reconquistar o mercado norte-americano. E quem sabe, de quebra, o brasileiro.

A atualização veio em um bom momento: desde 2012 que o Outlander não trocava de geração. Nesse ínterim, surgiu a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi para compartilhamento de plataformas, motores e tecnologia. O novo SUV compartilha a base modular, equipamentos e até motor com o Rogue.

De qualquer forma, seu conceito visual se baseia no protótipo Engelberg Tourer, apresentado no Salão de Tóquio de 2019. O conceito Dynamic Shield foi a grande inspiração para a dianteira, que adota uma grade frontal musculosa e extravagante.

Novo Mitsubishi Outlander 2022
Divulgação/Mitsubishi

A grade fica entre dois enormes elementos cromados que se assemelham a letra C, uma alusão ao antigo Pajero, de acordo com a montadora. Na parte interna desse molde ficam os faróis, enquanto as luzes diurnas passam para a porção de cima da dianteira e se unem ao “C” cromado.

A traseira, por sua vez, é mais discreta. As lanternas ficaram mais finas e menores. O pára-choque também mudou o formato e, em vez de preto, ele está prateado. Falando em cores, a Mitsubishi disponibilizou oito opções de cores para a carroceria, na maioria em tons pratas e pretos.

Outlander 2022
Divulgação/Mitsubishi

Outlander oferece 7 lugares de série

Um dos principais destaques dessa nova geração é mudança no número de ocupantes no SUV. Anteriormente, o modelo oferecia versões com 5 e 7 passageiros. Contudo, agora a carroceria com 3 fileiras é de série.

Além disso, a Mitsubishi resolveu apostar na sofisticação da cabine. O cliente pode escolher entre dois acabamentos, dos quais um utiliza tons de ocre com preto, enquanto o segundo é totalmente branco.

Novo Mitsubishi Outlander 2022
Divulgação/Mitsubishi

No painel, chamam atenção os dois grandes visores. Agora acoplada na parte de cima do painel, a central multimídia com tela de 12,3″ oferece aparelhamento sem fio com Apple CarPlay e por cabo com Android Auto. Já o painel de instrumentos de 9″ é totalmente digital.

No centro do console, há um botão giratório que permite que o motorista escolha um entre os seis modos de direção.

Motorização pode decepcionar

Sob o capô, o motor pode desapontar por não ir de acordo com seu DNA radical. Ele se trata do PR25DD, o mesmo que equipa o Nissan X-Trail, que é um quatro cilindros de 2,5 litros que gera até 184 cv e 24,9 mkgf. Desse modo, o câmbio é CVT que simula oito machas.

Sem surpresas, o Outlander oferecer as opções de tração dianteira ou integral, o chamado Super All-Wheel Control 4WD.

Outlander 2022
Divulgação/Mitsubishi

Vinda incerta ao Brasil

É certo que a nova geração tem foco total no mercado norte-americano. A Mitsubishi vendeu 27% menos carros em 2020 em comparação com 2019. Com modelos e plataformas desatualizadas, a fabricante japonesa perdeu o fôlego nas vendas.

Contudo, essa situação não foi específica dos EUA. Por aqui, o Outlander já viveu dias melhores. Em 2015, o utilitário esportivo chegou a emplacar mais de 8.200 unidades e ficou entre os 10 SUVs mais vendidos no ano. No entanto, a Mitsubishi não chegou a vender nem um terço desse número em 2020. O acumulado registrou apenas 1.998 unidades emplacadas.

Outlander-frente2
Em virtude de ter vendido pouco nos últimos anos, a vinda do Outlander ao Brasil é incerta

As tímidas vendas podem ser um fator negativo para vinda do SUV, de modo que a aliança priorize veículos que podem fazer mais sucesso por aqui. Mas, se o produto vier ao Brasil, ele deve chegar só em 2022.

O modelo começará a ser vendido em abril nos EUA e, só então, saberemos seu preço global se podemos esperar um outro conjunto mecânico mais emocionante em um segundo momento.



Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


OFERTA EXCLUSIVA

Mitsubishi Pajero Sport HPE