Mercado

Novo VW Gol pode virar SUV em 2023 com base de Polo, Nivus e T-Cross

Com o fim iminente da atual geração do Gol, a Volkswagen desenvolve um novo SUV de entrada que poderá ter o nome do campeão de vendas da marca

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

04 de ago, 2021 · 6 minutos de leitura.

Gol" >
Novo Volkswagen Gol deve ter carroceria SUV e emprestar elementos de modelos da família ID
Crédito:Divulgação/Volkswagen

A migração cada vez mais rápida para os SUVs no Brasil pode chegar ao carro mais vendido do País por mais de duas décadas. O Volkswagen Gol parece ser a próxima vítima da “SUVização”. Um tanto esquisito, o termo é uma adaptação aportuguesada da sigla em inglês SUV (de Sport Utility Vehicle), e aponta o futuro do segmento de hatches compactos. Esse processo deve acontecer com o popular da marca alemã em 2023.

O novo Volkswagen Gol, portanto, deixará de ocupar o posto de carro de entrada da marca. E passará a ser o SUV mais em conta da montadora no País. Conforme apuração do jornalista Leonardo Felix, do site Mobiauto, ele será feito sobre a mesma base MQB A0 de Nivus, Polo, T-Cross e Virtus. Assim, seguirá a cartilha indiana dos Mini-SUVs para substituir, de uma só vez, Gol e Fox (que não muda de geração desde 2003).

De acordo com a reportagem da Mobiauto, o projeto A0 SUV (que recebe o código VW246 na área de engenharia), é tratado como “novo Gol”. Mas isso ainda não pode ser cravado. Todavia, tudo indica que a marca manterá sua tradição. Afinal, modelos como Golf, Jetta, Passat e Polo, por exemplo, nasceram na década de 1970 e continuam vivos até hoje.

Características do Gol

A produção do novo Gol será em Taubaté (SP). É lá que a marca produzirá o Polo Track (projeção abaixo). Esta será a versão de entrada para o lugar do atual Gol, a partir de 2022.

Gol
Projeção @kdesignag

Em relação ao visual, acredita-se que o mini-SUV terá até elementos do Golf de 8ª geração, bem como da família elétrica ID (foto destaque). Por dentro, como de praxe, o inevitável compartilhamento de peças entre os modelos da mesma base – para baratear os custos de produção. Nesse sentido, a central multimídia VW Play deve estar presente e melhor. Já o comprimento deverá ter cerca de 4,10 metros, e o mesmo entre-eixos de Polo e Nivus, com 2,56 m.

Gol
Daniel Teixeira/Estadão

Debaixo do capô, ao contrário do Gol atual – que usa o 1.0 aspirado de 84 cv -, a novidade deve contar com o 1.0 três cilindros 12V turbo flex com 105 cv ou 128 cv. Há aposta de câmbio manual de cinco marchas ou automático, de seis posições. A exemplo do Fiat Pulse, o SUV de entrada da Volkswagen deverá prever algum tipo de eletrificação, como um sistema híbrido.

Ainda é cedo para falar de preços, mas o modelo – que será posicionado acima do Polo Track e do novo Polo – ficará abaixo de Nivus e T-Cross. Ou seja, custará cerca de R$ 100 mil. Questionada pelo Jornal do Carro a respeito das informações citadas, a Volkswagen preferiu não se pronunciar. Com o novo Gol SUV, sairá de linha o Voyage, que não terá sucessor.



Citroën C3 surge em réplica no exterior
Reprodução/Instagram

Novo Citroën C3 também será SUV

Já flagrada em testes no Brasil, a nova geração do Citroën C3 é outro hatch que será transformado em SUV. Embora a marca francesa esteja mantendo o novo modelo em segredo, na Índia, o C3 2022 teve o design revelado por algumas fotos do hatch em tamanho de miniatura. As imagens, dessa forma, antecipam o estilo SUV.

O novo C3 será feito na fábrica da PSA em Porto Real (RJ) e deverá chegar ao mercado ainda neste ano. Embora seja diferente, o SUV compacto da Citroën vai manter o nome. Entretanto, na contramão do segmento, que vem adotando motores turbo, o compacto deve ter a mesma mecânica do Peugeot 208. Ou seja, 1.6 flexível de até 118 cv e 15,47 kgfm.

Continua depois do anúncio

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se