Você está lendo...
Volkswagen T-Cross sobe para R$ 109 mil e perde isenção de ICMS para PCD
Mercado

Volkswagen T-Cross sobe para R$ 109 mil e perde isenção de ICMS para PCD

Novo reajuste de preços deixa SUVs da VW ainda mais caros em 2022; Taos topo de linha já ultrapassa os R$ 200 mil e perde desconto de IPI para PCD

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

14 de jan, 2022 · 4 minutos de leitura.

VW
Com novo aumento, T-Cross Sense, que já foi voltado a PCD, fica de fora da isenção de ICMS
Crédito:Volkswagen/Divulgação

Após aumentar os preços de T-Cross e Nivus no lançamento da linha 2022, no último mês de dezembro, a Volkswagen promoveu um novo reajuste de preços para os dois modelos agora em janeiro, pouco depois da virada do ano. O Nivus agora parte de R$ 115.890, enquanto o T-Cross tem preço sugerido a partir de R$ 108.890.

Dessa forma, a versão Sense perdeu a isenção de ICMS nos carros para PCD. Vale lembrar que até 2020, ela era exclusiva para esse público. Agora, nas vendas para Pessoas com Deficiência, VW T-Cross e Nivus só serão isentos de IPI.

Cabe lembrar que o desconto para o IPI vale para carros até R$ 200 mil, conforme determina a Lei 14.287, sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em 31 de dezembro de 2021. De acordo com o texto, o benefício (antes estabelecido em R$ 140 mil) foi estendido até 31 de dezembro de 2026.


Altas constantes

O VW T-Cross Sense custava R$ 101.990 e passou para R$ 103.550 na virada para a 2022. Agora, o preço teve novo aumento, de R$ 5.340. O acumulado é de R$ 6.900 só nos primeiros dias de janeiro.

VW
Volkswagen/Divulgação

No outro extremo da linha, o T-Cross Highline 250 TSI, sofreu o segundo maior aumento. A versão topo de linha, a única equipada com o motor 1.4 TSI de 150 cv, passou de R$ 155.490 para R$ 158.150 (aumento de R$ 2.660), chegando a quase R$ 5.000 de aumento no acumulado só em 2022.


Nesse sentido, o T-Cross topo de linha ficaria mais próximo aos valores cobrados pelo Taos de entrada. Ficaria, mas o SUV médio da Volkswagen também aumentou. Na versão Comfortline foi de R$ 168.490 para R$ 171.070 no último reajuste. A versão topo de linha Highline, por sua vez, passou a custar R$ 200.640.

Volkswagen Taos assinatura
Diogo de Oliveira/Estadão

Desse modo, os R$ 3.050 de aumento foram suficientes para tirá-lo da isenção de IPI para PCD, afinal, já ultrapassou o teto estipulado para este fim.


Nivus

A princípio, de dezembro até agora o VW Nivus Comfortline escalou dos R$ 110.210 para R$ 115.890, considerando o novo aumento de R$ 2.040. A versão topo de linha Highline parte dos R$ 131.990 após alta de R$ 2.320. O modelo havia terminado 2021 custando R$ 127.750.

VW
Volkswagen/Divulgação

Cabe mencionar que o Nivus voltou a ter a central multimídia Composition Touch de série na versão Comfortline. O item havia sido retirado da lista por causa da crise dos chips. Piloto automático adaptativo, frenagem autônoma de emergência e painel de instrumentos digital também são de série no modelo.




O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se