Fiat tira de linha o 500 com motor 1.4 aspirado nos EUA

A partir do modelo 2018, a Fiat irá oferecer o subcompacto retrô 500 nos Estados Unidos somente com motor 1.4 turbo, além da opção elétrica (500e)

Fiat 500 Abarth
Abalando as estruturas: nas versões Pop e Lounge, o Cinquecento virá com motor 1.4 turbo de 137 cv. Na esportiva Abarth (foto), o mesmo motor rende 162 cv.

A Fiat deixou de oferecer o 500 com motor 1.4 aspirado nos Estados Unidos. A partir da linha 2018, o subcompacto de estilo retrô será vendido apenas com motor 1.4 turbo, além da versão elétrica, 500e (o 500 elétrico é vendido somente em dois estados do país, Califórnia e Oregon).

Os modelos, que são produzidos no México (mesma origem do carro vendido no Brasil), serão oferecidos com motor 1.4 MultiAir turbo desde as versões de entrada. Lá, o 500 é vendido nas configurações Pop, Lounge e na esportiva Abarth.

Nas duas versões mais “mansas” do 500, o motor rende 137 cavalos, um aumento de 33% de potência em relação ao 1.4 aspirado oferecido na linha 2017. De série, a transmissão é manual de cinco marchas. Opcionalmente, há a transmissão automática de seis marchas.

Na versão esportiva Abarth, a potência foi mantida em 162 cv. Uma das novidades é que o comprador do modelo ganha uma aula de pilotagem da equipe de Bob Bondurant.

Junto com o up grade na motorização, o modelo, previsto para chegar aos EUA no segundo trimestre, vem com rodas aro 16, nova calibração de suspensão e freios mais potentes, além de pequenas mudanças estéticas, para realçar a pegada mais esportiva. É o caso das saias laterais e do novo defletor de ar na traseira.

Além do 500, a linha Fiat nos EUA inclui ainda os modelos 500L, o crossover 500X e o roadster 124 Spider.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas