Vistoria para compra de usado vale a pena

Empresas detectam colisões, repintura, entre outros, para evitar prejuízos na compra de carro usado


Carroceria, vidros e vedações são inspecionados para detectar colisões

Quem investe em um modelo zero-km paga, também, para ter a segurança que um produto novo supostamente oferece. No caso dos usados, há risco de o veículo ter sofrido colisão ou pendências no documento, nem sempre fáceis de ser identificados. Uma boa solução são as empresas que examinam o histórico e estado do carro por preços que vão de R$ 120 a R$ 300.

A vistoria inclui itens como estrutura da carroceria, tonalidade e espessura da pintura (que permite saber se a lataria recebeu aplicação de massa) e originalidade dos vidros.

A partir da conferência dos números de chassi e motor e da documentação, são pesquisados o histórico e a procedência do veículo. Isso permite identificar modelos que foram roubados ou clonados, têm adulterações ou gravames pendentes, passaram por leilão ou foram recuperados de sucata.

A integridade mecânica, porém, costuma ficar de fora da vistoria. Em geral, para checar motor e câmbio é preciso levar um mecânico de confiança.

++ Siga o Jornal do Carro no Facebook
++ Prevenção evita série de problemas no carro

COMODIDADE

A contratação do serviço é simples e rápida. Basta agendar por telefone – o vistoriador vai até o local indicado e o exame é feito em cerca de 45 minutos.

Após a conclusão do serviço, o especialista entrega um laudo detalhando o estado do veículo e dá o veredicto: aprovado (em perfeitas condições), aprovado com ressalvas (houve colisão e abalo estrutural, mas o reparo foi bem feito) ou reprovado (no caso de sinistro de grande monta).

“Às vezes, o interessado decide comprar mesmo se o carro foi aprovado com ressalvas ou reprovado”, conta o proprietário da Evydhence (2901-0252), empresa especializada em vistorias, Vanderlei Garcia. “Com o laudo, o cliente sabe qual é o estado real do carro.”

Na Evydhence a inspeção custa R$ 150 para qualquer modelo. Na Plena Visão (3975-3719), o custo é de R$ 200 e na Dekra (5666-2118) são R$ 120 – há desconto para clientes que contratarem o serviço mais de uma vez. Das empresas consultadas, a única que verifica também motor e câmbio é a Super Visão (0800-774-8248). Nesses casos, os preços cobrados vão de R$ 180 a R$ 300.

PERÍCIA PARA TRANSFERÊNCIA É MAIS SIMPLES

A vistoria que checa as condições do carro, chamada de prévia ou cautelar, não deve ser confundida com a outra, exigida por lei para que o veículo possa ser transferido.

A inspeção feita pelo Detran é bem mais simples. Seu objetivo não é verificar o estado de conservação, mas sim a regularidade dos números de chassi e motor e a presença de itens obrigatórios de segurança.

Enquanto a perícia cautelar pode ser feita em qualquer lugar, a vistoria de transferência obrigatória é realizada necessariamente em oficina credenciada, que filma e transmite o procedimento ao Detran. O vendedor deve arcar com o serviço, que sai a R$ 100 na Evydhence.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Ofertas Carros 0km

Ofertas com condições especiais


Notícias relacionadas