Le Mans terá Button x Alonso em 2018

Piloto britânico vai se reunir a Fernando Alonso e disputará a edição 2018 da 24 Horas de Le Mans

Jenson Button Le Mans
Jenson Button Piloto vai defender equipe russa em Le Mans (Foto: Max Rossi/Reuters)

A edição 2018 da 24 Horas de Le Mans, corrida na França, vai reunir um time estrelado de pilotos. Depois de Fernando Alonso, quem também confirmou presença no evento foi Jenson Button.

 

Leia mais notícias sobre competição e história

 

O ex-piloto da McLaren vai disputar a principal categoria da corrida, a LMP1, destinada a protótipos. Ele será um dos três pilotos de uma equipe russa, a SMP Racing.

Na 24 Horas de Le Mans, Button dividirá o carro com outro ex-piloto de Fórmula 1, Vitaly Petrov. O trio da SMP Racing terá ainda Mikhail Aleshin.

Fernando Alonso, portanto, será rival direto de Jenson Button nas pistas. Até a saída de Button da Fórmula 1, os dois pilotos foram companheiros na equipe McLaren, na qual Alonso permanece.

O espanhol assinou contrato para disputar também a categoria LMP1 da 24 Horas de Le Mans. Sua equipe é a Toyota Gazoo Racing.

A 24 Horas de Le Mans, uma das corridas mais tradicionais do mundo, ocorrerá nos dias 16 e 17 de junho. Além dessa prova, Button também participará da 6 Horas de Silverstone (Inglaterra), em 19 de agosto, pela SMP Racing.

Após deixar a Fórmula 1, Jenson Button passou a disputar uma categoria de GT no Japão.

Le Mans sem montadoras

Até a primeira metade desta década, a 24 Horas de Le Mans era um grande laboratório para montadoras. A Audi fez história na corrida, com diversas vitórias.

Nos últimos anos, a prova vinha sendo dominada pela Porsche. Também já integraram o time de montadoras participantes da 24 Horas de Le Mans, nos últimos dez anos, a Peugeot e a Nissan (esta apenas por um ano).

Agora, restou apenas a Toyota no time de grandes montadoras que estão em Le Mans. Audi e Porsche deixaram a categoria.

Após o Dieselgate, escândalo sobre fraude a testes de emissões por carros a diesel do Grupo Volkswagen, a empresa, dona de Porsche e Audi, reduziu seus investimentos em automobilismo.

A Audi, que em Le Mans usava motor a diesel, foi a primeira a sair da corrida, voltando-se à Fórmula E, competição de carros elétricos.

Um ano depois, a Porsche, mesmo utilizando um propulsor a gasolina, anunciou que também deixaria a corrida francesa.

A montadora de esportivos também passa a se dedicar à Fórmula E. Isso porque o foco do Grupo Volkswagen nos próximos anos será o automóvel elétrico.

Sem as montadoras, a corrida francesa está se dedicando a atrair grandes estrelas da F1, para manter o interesse na prova.


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais


Notícias relacionadas