Você está lendo...
Fiat 147 zero km e com plástico nos bancos é encontrado na Argentina
História

Fiat 147 zero km e com plástico nos bancos é encontrado na Argentina

Hatch da Fiat ficou abandonado por 35 anos em uma fazenda e tinha só 702 km rodados no odômetro; modelo Spazio veio ao Brasil em 1982

Vagner Aquino, especial para o Jornal do Carro

21 de jun, 2022 · 4 minutos de leitura.

Fiat
Fiat 147 foi produzido na Argentina e chegou a ter denominações como Spazio, Brio e Vivace
Crédito:Reprodução/Instagram

Carros abandonados são realidade no mundo inteiro, mas alguns exemplares superam as expectativas e se revelam muito mais que um ferro-velho. A história da vez tem origem na Argentina. O detalhe curioso é que, mesmo se tratando de um Fiat 147 fabricado em 1987, o modelo foi encontrado em uma fazenda em estado de zero quilômetro. O odômetro do quadro de instrumentos marca apenas 702 km. O modelo, inclusive, passou por restauração.

Fiat
Reprodução/Instagram

O compacto da marca italiana foi encontrado pelos caçadores de raridades que comandam a conta Kaskote, no Instagram. A princípio, apesar da espessa camada de poeira, o modelo estava impecável. Sem placas de identificação, tinha plástico nos bancos, painel e volante em perfeito estado. Nada de desgaste. Nem ferrugem. Até o tom vermelho da carroceria estava intacto. O motor precisava apenas de limpeza e, evidentemente, uma revisão geral.




De acordo com informações, o exemplar pertencia a uma concessionária na província de Santa Fé. Fechado nos anos 1980, o estabelecimento acabou não tendo tempo de vender o exemplar do Fiat 147. O carro, todavia, ficou numa propriedade rural, abandonado por 35 anos, dentro de um galpão, sem uso. No YouTube, o canal A Toda Velocidad publicou, recentemente, o vídeo (abaixo) que, enfim, mostra o carro em estado de 0km.

Histórico

No Brasil, o Fiat 147 chegou há quase 46 anos, em 9 de julho de 1976. Foi produzido até 1987 quando, então, deu lugar ao Fiat Uno em 1984. Feito em Betim (MG), a princípio, o compacto de duas portas tratava-se da versão brasileira do italiano Fiat 127. Por aqui, contudo, vinha com motor de 1.100 cc aliado ao câmbio manual de 4 marchas. Inovador, o pequeno hatch foi o primeiro automóvel brasileiro com motor 100% a álcool.


Na Argentina, a Sevel fabricou os modelos - posteriormente chamados de Spazio, Brio e Vivace - até 1996. O Spazio (como o exemplar encontrado) chegou ao Brasil em 1982. Tratava-se, portanto, de uma versão mais sofisticada do 147, com melhor acabamento e mudanças visuais, como faróis, lanternas e para-choques. Em paralelo, nascia o sedã Oggi.

fiat 147
Fiat/Divulgação

No país vizinho, o Spazio ficou em produção entre 1984 e 1991. Visualmente, é quase igual ao 147 brasileiro, salvo pela ausência de quebra-vento e mudanças mecânicas. Teve até versão a diesel para a clientela argentina. A marca italiana também montou o seu hatch de entrada na Colômbia, no Uruguai e na Venezuela, já que, na época, ainda não havia o Mercosul - e a importação de carros na região tinha barreiras e restrições.


O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Fiat Pulse Drive 1.0 Turbo 200
Oferta exclusiva

Fiat Pulse Drive 1.0 Turbo 200