Emily Nery, Especial para o Jornal do Carro

16/05/2021 - 5 minutos de leitura.

Tesla adia lançamento de dois carros e causa pode ser a falta de chips

Sem se justificar, Tesla altera as datas de estreia do sedã Model S e do SUV Model X para outubro de 2021 e janeiro de 2022

Novo Tesla Model S
Novo Tesla Model S Crédito: Divulgação/Tesla
Carro

Vai comprar um 0km? Nós te ajudamos a escolher.

Na mesma semana em que Elon Musk anunciou que vai suspender a criptomoeda como forma de pagamento, a Tesla adia mais uma vez a entrega dos novos Model X e Model S. Recentemente, a empresa montadora anunciou que já vendeu toda a produção do 1º semestre.

No começo de janeiro, a Tesla confirmou as primeiras atualizações dos Model S e Model X desde que chegaram ao mercado. Na época, Elon Musk revelou que o sedã e o Model X chegarão aos 1.020 cv de potência, graças às novas versões de desempenho Plaid e Plaid+.

Sem justificar o motivo do atraso, a Tesla alterou as datas de entrega. Vale lembrar que a montadora extinguiu no ano passado o setor de Relações Públicas e acabou com os canais de comunicação com a imprensa.

Novo Tesla Model S
Divulgação/Tesla

Dessa forma, o sedã só chegará no 2º semestre do ano. A versão Plaid, que deveria chegar em junho, começará a ser entregue só em outubro. E as primeiras unidades da versão Long Range, antes programadas para junho, chegarão aos clientes entre setembro e outubro.

Por sua vez, a versão Plaid + foi a única que não sofreu alterações no calendário. Embora a marca não tenha anunciado a data de estreia, espera-se que a opção mais rápida do sedã chegue apenas em meados de 2022.



Model X só chegará em 2022

Para o Model X, as versões Long Range e Plaid, que começariam a ser entregues em outubro, foram adiadas para janeiro e fevereiro de 2022. De início, a Tesla afirmou que as primeiras unidades do SUV chegariam ainda neste mês. Posteriormente, o CEO da Tesla avisou que começará a produzir o modelo somente no 3º trimestre deste ano.

Novo Tesla Model X
Divulgação/Tesla

Crise dos semicondutores

O motivo mais provável para o longo atraso na entrega da Tesla está atrelado à falta mundial dos semicondutores. Conforme antecipamos no Jornal do Carro, a crise está afetando duramente a indústria automotiva e deverá se estender, ao menos, até o final deste ano.

Em fevereiro, funcionários da fábrica de Fremont, na Califórnia, foram informados de que a linha de produção do Model 3 ficaria inativa de 22 de fevereiro a 7 de março, de acordo com reportagem da Bloomberg.

A investidores, Elon Musk afirmou que a empresa Tesla por “alguns dos desafios mais difíceis de cadeia de abastecimento até agora”.

Cabine do novo Tesla Model S Reprodução/Twitter

Multimídia terá jogos Cyberpunk 2077 e The Witcher 3

Além da dupla superar os 1.000 cv de potência, em virtude de três poderosos propulsores elétricos, as versões Plaid serão compatíveis com os jogos The Witcher 3 e Cyberpunk 2077, com conexão para controle sem fio.

Para isso, o sistema multimídia fará uso de um chip com capacidade de processamento de 10 teraflops. Ou seja, o sistema consegue realizar cerca de 10 trilhões de operações de ponto flutuante por segundo. O processamento do Xbox Series X, por exemplo, é de 12 teraflops.

O novo Model S custará a partir de US$ 79.990 (R$ 423,7 mil na conversão direta). E o Model X terá preço de US$ 89.990 (R$ 477 mil, sem taxas). Já a versão Plaid+ não sairá por menos de US$ 139 mil (R$ 736,4 mil).

Notícias relacionadas


Ofertas 0KM

Mais ofertas

Mais ofertas exclusivas

Veja todas as condições especiais