Salão de Tóquio 2023 Toyota EPU picape elétrica
Diogo de Oliveira/Estadão

Salão de Tóquio apresenta novos SUVs elétricos e picapes para o Brasil

Feira japonesa revela protótipos de marcas locais e montadoras alemãs concentram principais novidades que estão a caminho das lojas

Por Diogo de Oliveira 29 de out, 2023 · 13m de leitura.

O Salão do Automóvel de Tóquio de 2023 (Japan Mobility Show) confirmou a tendência em andamento na indústria automobilística. Dos principais veículos expostos na feira, quase todos são SUVs e picapes em versões 100% elétricas. A adoção dos carros a bateria (BEV) é inevitável também na terra do sol nascente, como sinalizam os muitos protótipos revelados por Nissan, Toyota, Suzuki e cia.

Salão de Tóquio 2023 BMW X2
Diogo de Oliveira/Estadão

Entretanto, as novidades mais próximas de chegar às ruas – inclusive no Brasil – foram reveladas por marcas alemãs. Para os mercados globais, o grande lançamento é a nova geração do BMW X2 e sua inédita versão 100% elétrica, iX2. O SUV com estilo de cupê apareceu em público pela primeira vez e estreia em março de 2024 com uma nova plataforma de conectividade da marca. O sistema incluirá jogos que poderão ser controlados por smartphone e exibidos na tela do multimídia, bem como aplicativos de streaming de filmes e séries, como Amazon Prime, além de menus mais intuitivos e de rápido acesso. E o melhor: os carros atuais mais novos poderão receber os novos recursos por meio de simples atualização.


Salão de Tóquio 2023 BMW Neue Klasse
Diogo de Oliveira/Estadão

No Brasil, o novo X2 chegará também no primeiro semestre do ano que vem nas duas configurações, ambas com tração integral. A M35i xDrive, com motor a gasolina de 321 cv de potência e 40,8 mkgf de torque máximo, é a mais poderosa. A aceleração de 0 a 100 km/h leva 5,4 segundos. Mas o elétrico iX1 não fica atrás, com 275 cv, 50,3 mkgf de torque imediato e 0 a 100 km/h feito em 5,6 s. O modelo deverá ficar posicionado logo acima do novo X1 e abaixo do X3 na gama.

Além dos novos X2 e iX2, a BMW mostrou o conceito Neue Klasse pela primeira vez em público no Salão de Tóquio. O protótipo mostra o visual da próxima geração dos próximos carros da marca alemã, que serão lançados globalmente a partir de 2025. O modelo, aliás, antecipa a nova geração do Série 3, atual carro premium mais vendido do Brasil.


Salão de Tóquio 2023 Mercedes-Benz EQG elétrico
Diogo de Oliveira/Estadão

Mercedes-Benz EQG elétrico

Além da BMW, a Mercedes-Benz marcou presença no Salão de Tóquio com o conceito EQG, antecipado pelo Jornal do Carro. Trata-se da versão a bateria do tradicional jipão Classe G. Embora ainda seja um protótipo, o modelo está claramente próximo das ruas. O visual é o mesmo da atual geração, que está à venda no Brasil. Entretanto, com alguns toques modernos, como iluminação de LEDs nas laterais e no teto, além de uma nova grade frontal fechada com pequenos pontos azuis. Dessa forma, o novo EQG estreia em 2024 (2º semestre) e virá ao Brasil até o início de 2025.

Salão de Tóquio 2023 Mitsubishi L200 Triton
Diogo de Oliveira/Estadão

Nova L200 Triton a caminho do Brasil

Com o segmento de picapes em alta no mundo inteiro, a Mitsubishi Motors aproveitou a feira em Tóquio para mostrar aos japoneses a nova geração da picape L200 Triton. O modelo foi revelado na Tailândia há poucos meses e está a caminho das concessionárias do Japão e também no Brasil. É o que confirmou Mauro Correa, novo presidente da HPE Automotores, que representa a Mitsubishi e a Suzuki Veículos no Brasil. A picape já está em processo de “tropicalização” e chegará em 2024 para concorrer com Toyota Hilux, Ford Ranger e cia.

Salão de Tóquio 2023 Mitsubishi L200 Triton
Diogo de Oliveira/Estadão

Segundo Correa, a nova L200 Triton vai manter quase todas as características do modelo exposto no Salão de Tóquio, com alguns ajustes para o Brasil. Como destaque, o modelo cresceu de tamanho e ganhou espaço na cabine e na caçamba. Além disso, terá um novo motor 2.4 biturbo a diesel, com 217 cv de potência e um torque máximo de 48 mkgf.


Assim, ficará páreo com as principais concorrentes. O câmbio é automático de seis marchas e a tração, claro, será 4×4 com diferentes ajustes para o uso fora-de-estrada. Por dentro, o destaque é o novo multimídia de 9 polegadas, mas todo o painel foi redesenhado e há tecnologias mais modernas, como carregador de celular sem fio.

Salão de Tóquio 2023 Mitsubishi L200 Triton
Diogo de Oliveira/Estadão

Toyota EPU é futura rival de Toro e Rampage

Entre os conceitos presentes em Tóquio, o mais promissor é a inédita picape elétrica EPU, revelada pela Toyota. Trata-se do primeiro modelo do tipo com carroceria monobloco. Segundo um engenheiro da montadora consultado pelo Jornal do Carro, a plataforma é a TNGA, ou seja, a mesma base de Corolla sedã e Corolla Cross, por exemplo. Já o tamanho é muito próximo ao de Fiat Toro, Ford Maverick e RAM Rampage. Mas ainda não se sabe ao certo quando a nova picape chegará às ruas. O lançamento é esperado para 2025.


Salão de Tóquio 2023 Toyota EPU picape elétrica
Diogo de Oliveira/Estadão

Por enquanto, a montadora revela poucos dados técnicos da EPU. Já se sabe que o modelo terá tração integral, ou seja, deverá ter dois motores elétricos instalados um em cada eixo. Além disso, a a nova picape deverá ter opções híbridas. Na gama da Toyota, ficará posicionada abaixo da Hilux, mas com cabine dupla e cinco lugares.

Salão de Tóquio 2023 Toyota EPU picape elétrica
Diogo de Oliveira/Estadão

Por dentro, a picape tem painel moderno com duas grandes telas. Curiosamente, os comandos do câmbio ficam ao lado do volante e junto do multimídia. Com isso, há um console móvel entre os bancos que permite ampliar o espaço. Por fim, a caçamba pode ser estendida com um sistema que permite dobrar o banco traseiro e abrir o fundo do compartimento. É algo parecido com o que tinha a Volkswagen Tarok, conceito revelado no Salão do Automóvel de São Paulo de 2018. Entretanto, no caso da VW, o modelo até hoje não se tornou realidade.

Salão de Tóquio 2023 Nissan
Diogo de Oliveira/Estadão

Nissan Ariya elétrico confirmado, mas ainda demora

Entre as marcas japonesas, a Nissan foi destaque em Tóquio com três conceitos de carros elétricos. A marca mostrou a Hyper Tourer (esquerda), uma minivan com cabine enorme, visual bastante futurista e bancos modulares. Além disso, mostrou o SUV Hyper Urban (direita), que pode até influenciar a nova geração do Kicks. Por fim, a marca mostrou o Hyper Sport (centro), esportivo que antecipa como será a próxima geração (a bateria) do icônico GT-R.


Para agora, a principal novidade é o SUV Ariya. O modelo já está à venda nos Estados Unidos e Europa e será o segundo carro elétrico da Nissan no Brasil. Contudo, o seu lançamento não acontecerá tão logo e deve ficar para o segundo semestre de 2024 ou para o início de 2025. Isso porque o utilitário, que é feito no Japão, tem produção suficiente, por enquanto, para abastecer apenas o mercado local, além de China, EUA e países europeus, onde a rede de recarga é maior.

Salão de Tóquio 2023 Nissan Ariya elétrico
Diogo de Oliveira/Estadão

Para o Brasil, a montadora trabalha no Kicks e-Power, versão híbrida já disponível no México e esperada para 2024. Mas mesmo o SUV híbrido ainda não tem data de estreia no País. De toda forma, o sistema e-Power é a principal aposta da Nissan para os mercados emergentes. Isso porque utiliza um pequeno motor a combustão para gerar eletricidade e alimentar o motor elétrico, que é o responsável por tracionar as rodas. Assim, o Kicks híbrido funciona como elétrico, mas poderá usar gasolina – ou, quem sabe, etanol, o que tornará o sistema mais limpo de emissões.


Salão de Tóquio 2023 Honda Prologue
Diogo de Oliveira/Estadão

Honda Prologue elétrico é incógnita

Com foco no mercado japonês, a Honda não mostrou muito para o Brasil em Tóquio. Mas a marca expôs o Prologue, SUV elétrico irmão do Chevrolet Blazer EV feito no México. Com porte de CR-V, o utilitário a bateria poderá chegar ao mercado brasileiro entre 2024 e 2025 via importação para disputar com SUVs elétricos como o Volvo XC40, que é um dos elétricos mais vendidos do País neste ano. Mas não está claro o que a Honda pretende fazer, já que a marca lançará o novo CR-V em versão híbrida logo no começo de 2024.

*O jornalista viajou para o Japão a convite da BMW do Brasil.


Siga o Jornal do Carro no Instagram!

O Jornal do Carro está no Youtube

Inscreva-se
Elétrico Mach-E tem estilo de Mustang, mas sem ronco do V8
Newsletter Jornal do Carro

Complete seu cadastro para receber as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.

Campo obrigatório
Tudo certo!

Seu cadastro foi enviado. Em breve você receberá as últimas notícias do Jornal do Carro diretamente no seu e-mail.